acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

Seminário discute o setor elétrico após mudanças na legislação

24/01/2013 | 10h17

 

O Sindicato Interestadual das Empresas de Energia (SINERGIA), em conjunto com o GESEL - Grupo de Estudos do Setor Elétrico - da Universidade Federal do Rio de Janeiro, vai realizar, na próxima quinta-feira, dia 24, um seminário para analisar os desdobramentos derivados da Medida Provisória n°579 abordando os diferentes aspectos como os impactos sobre players do setor como o Grupo Eletrobras, consequências sobre a dinâmica competitiva do setor elétrico brasileiro e nova relação entre mercado cativo e livre, entre outros temas. 
        A Medida Provisória nº 579, editada em 11 de setembro de 2012, buscou definir critérios para a prorrogação principalmente de concessões de geração e transmissão que vencem entre 2015-2017, e redução do peso dos encargos na estrutura tarifária com o objetivo direto de reduzir as tarifas dos mercados cativo e livre. A implementação da MP 579 determina uma diminuição média de 20% das tarifas para 2013. 
Estarão presentes o presidente da EPE, Mauricio Tolmasquim, o presidente da ABRACE, Paulo Pedrosa, o presidente da ABRACEL, Reginaldo Medeiros, o presidente do Conselho de Administração da CCEE, Luis Eduardo Barata, Carlos Augusto Kirchner, da Federação Nacional dos Engenheiros e o presidente do Sinergia, Sergio Malta, entre outros.
O evento será realizado 2013 no Auditório da FIRJAN – Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, situado na Avenida Graça Aranha n°1, Centro, na cidade do Rio de Janeiro. 

O Sindicato Interestadual das Empresas de Energia (Sinergia), em conjunto com o Grupo de Estudos do Setor Elétrico (GESEL) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), vai realizar nesta quinta-feira (24), um seminário para analisar os desdobramentos derivados da Medida Provisória n°579 abordando os diferentes aspectos como os impactos sobre players do setor como o Grupo Eletrobras, consequências sobre a dinâmica competitiva do setor elétrico brasileiro e nova relação entre mercado cativo e livre, entre outros temas.        

 

A Medida Provisória nº 579, editada em 11 de setembro de 2012, buscou definir critérios para a prorrogação principalmente de concessões de geração e transmissão que vencem entre 2015-2017, e redução do peso dos encargos na estrutura tarifária com o objetivo direto de reduzir as tarifas dos mercados cativo e livre. A implementação da MP 579 determina uma diminuição média de 20% das tarifas para 2013. 

 

Estarão presentes o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Mauricio Tolmasquim, o presidente da Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace), Paulo Pedrosa, o presidente da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), Reginaldo Medeiros, o presidente do Conselho de Administração da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Luis Eduardo Barata, Carlos Augusto Kirchner, da Federação Nacional dos Engenheiros e o presidente do Sinergia, Sergio Malta, entre outros.

 

O evento será realizado no Auditório da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no Centro do Rio de Janeiro. 



Fonte: Redação TN
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar