acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Política energética

Seminário debate agenda nacional

15/12/2006 | 00h00

Realizado nessa quinta-feira (14), no Rio de Janeiro, o seminário “Uma agenda para a política energética nos próximos quatro anos”. Promovido pela Associação Brasileira de Estudos em Energia – AB3E (capítulo brasileiro da International Association for Energy Economics – IAEE), em parceria com a Sociedade Brasileira de Planejamento Energético – SBPE, o evento reuniu especialistas de diversos setores para discutir os principais desafios da política energética nacional nos próximos anos.

Participaram representantes do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás - IBP, Agência Nacional do Petróleo - ANP, Petrobras, Empresa de Pesquisa Energética - EPE, Organização Nacional da Indústria do Petróleo - Onip, Sociedade Brasileira de Planejamento Energético - SBPE, Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético - NIPE, UFRJ e Unicamp, dentro outras instituições e centros de ensino e pesquisa.

O objetivo do Seminário foi promover um debate aberto, buscando identificar as principais questões que devem constar de uma política energética nacional integrada e coerente, bem como debater soluções e encaminhamentos.

Para a AB3E, o início do novo ciclo político representa uma importante oportunidade para a busca de consensos, ao menos em torno de alguns importantes itens da agenda energética nacional.

“Definido o cenário do país para os próximos quatro anos, após o período eleitoral, surge a oportunidade para se discutir os principais desafios energéticos para o próximo mandato que se iniciará em janeiro de 2007”, afirmou o presidente da AB3E, Sergio Bajay.

Segundo Bajay, o seminário faz parte de uma série de eventos regulares da qual fazem parte jornadas científicas cujo objetivo é debater assuntos de interesse estratégico para universidades, instituições de pesquisa e para o meio acadêmico como um todo.

Dessa forma, foram organizadas quatro mesas dedicadas aos temas petróleo, gás natural, energia elétrica e energias renováveis e planejamento de longo prazo. Em cada mesa houve uma apresentação formal com o objetivo de provocar o debate. Em seguida, debatedores convidados colocaram seus respectivos pontos de vista.

Para cada sessão, foi designado um relator que teve como objetivo coletar o que foi discutido no evento e elaborar, posteriormente, um relatório síntese do debate. Os mesmos serão publicados e divulgados em publicações setoriais.

A partir destes relatórios a AB3E e a SBPE elaborarão uma Carta propondo uma agenda para a política energética nacional nos próximos quatro anos.

“O evento sinaliza o movimento de integração com o setor acadêmico, cuja importância é indiscutível para a indústria”, comentou o presidente da SBPE, Ivan Camargo.



Fonte: Da Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar