acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

Secretaria de Desenvolvimento Econômico promove seminário sobre etanol

13/08/2012 | 10h20

 

Secretaria de Desenvolvimento Econômico promove 
seminário sobre etanol 
Evento, que acontece no dia 29 de agosto, integra o Programa Rio Capital da Energia
Rio, 10 - O atual cenário do etanol no Brasil e no mundo será o tema de seminário promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, dentro do Programa Rio Capital da Energia, com apoio das empresas Raízen e Usina Canabrava. O evento acontecerá no próximo dia 29 de agosto no auditório da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro, e contará com a presença dos principais nomes do setor sucroalcooleiro do país. 
O evento tem o objetivo de debater as principais questões que envolvem o setor de etanol abrangendo desde sua competitividade junto aos demais combustíveis, sua posição como commodity internacional, e a inovação tecnológica necessária para aumentar a sua produtividade, além da necessidade de logística e financiamento. 
O seminário integra a série de debates proposta pelo Programa Rio Capital da Energia, lançado em 2011, pelo governador Sérgio Cabral. O Programa pretende fazer do Rio de Janeiro uma referência internacional na área de energia, sob os aspectos de inovação tecnológica, eficiência energética e economia verde. 
Na última reunião do Comitê Estratégico do Programa Rio Capital da Energia, que reuniu em junho o governador Sérgio Cabral, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e os principais executivos ligados ao setor de energia com sede no Rio de Janeiro, foram apresentados os 35 primeiros projetos incluídos. 
A energia eólica e a energia solar já foram temas de seminários promovidos pela Secretaria e resultaram em medidas práticas de incentivos a cada um dos setores, como a Carta dos Ventos e a Carta do Sol, documentos que foram encaminhados ao Governo Federal com contribuições feitas a partir do debate promovido em torno do tema.
“Mesmo não tendo expressividade hoje na produção nacional de etanol, com apenas 0,5% da produção nacional e cerca de 6% do consumo total, o Estado do Rio de Janeiro quer trazer à tona as discussões sobre o futuro do etanol no país e no mundo. Debater a energia do século XXI é um dos focos do Programa Rio Capital da Energia”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno.
As inscrições para o seminário podem ser feitas em www.riocapitaldaenergia.rj.gov.br. 

O atual cenário do etanol no Brasil e no mundo será o tema de seminário promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, dentro do Programa Rio Capital da Energia, com apoio das empresas Raízen e Usina Canabrava. O evento acontecerá no próximo dia 29 de agosto no auditório da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro, e contará com a presença dos principais nomes do setor sucroalcooleiro do país. 


O evento tem o objetivo de debater as principais questões que envolvem o setor de etanol abrangendo desde sua competitividade junto aos demais combustíveis, sua posição como commodity internacional, e a inovação tecnológica necessária para aumentar a sua produtividade, além da necessidade de logística e financiamento. 


O seminário integra a série de debates proposta pelo Programa Rio Capital da Energia, lançado em 2011, pelo governador Sérgio Cabral. O Programa pretende fazer do Rio de Janeiro uma referência internacional na área de energia, sob os aspectos de inovação tecnológica, eficiência energética e economia verde. 


Na última reunião do Comitê Estratégico do Programa Rio Capital da Energia, que reuniu em junho o governador Sérgio Cabral, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e os principais executivos ligados ao setor de energia com sede no Rio de Janeiro, foram apresentados os 35 primeiros projetos incluídos. 


A energia eólica e a energia solar já foram temas de seminários promovidos pela Secretaria e resultaram em medidas práticas de incentivos a cada um dos setores, como a Carta dos Ventos e a Carta do Sol, documentos que foram encaminhados ao Governo Federal com contribuições feitas a partir do debate promovido em torno do tema.


“Mesmo não tendo expressividade hoje na produção nacional de etanol, com apenas 0,5% da produção nacional e cerca de 6% do consumo total, o Estado do Rio de Janeiro quer trazer à tona as discussões sobre o futuro do etanol no país e no mundo. Debater a energia do século XXI é um dos focos do Programa Rio Capital da Energia”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno.


As inscrições para o seminário podem ser feitas em www.riocapitaldaenergia.rj.gov.br



Fonte: Redação TN
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar