acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Produção

Saudi Aramco vai reduzir oferta de petróleo à Ásia em junho por aumento na demanda local

10/05/2017 | 09h42

A Saudi Aramco vai reduzir a oferta de petróleo à Ásia em cerca de 7 milhões de barris em junho, disse uma fonte nesta terça-feira, à medida que a petroleira reduz sua produção como parte de um acordo global e reduz suas exportações para suprir a crescente demanda doméstica por energia durante os quentes meses de verão.

Quando a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) anunciou os cortes, a Arábia Saudita foi rápida em dizer aos seus clientes na Europa e nos Estados Unidos que eles receberiam volumes menores, mas protegeu a maior parte da Ásia dos cortes.

No entanto, o verão é um período de pico para a demanda de energia no reino, uma vez que a população liga seus aparelhos de ar condicionado para manter as casas e escritórios resfriados, elevando o consumo doméstico de petróleo.

Neste ano, esse pico deverá acontecer mais cedo, uma vez que o mês muçulmano de jejum de Ramadã começa mais cedo, no fim de maio. Os tradicionais grandes jantares com familiares e amigos para acabar com o jejum tendem a criar um pico na demanda por energia.

Como resultado, a Ásia agora também passará por cortes mais profundos do principal exportador de petróleo em junho.

Segundo o planejamento da empresa para junho, a Aramco reduzirá a oferta em 1 milhão de barris cada para o Sudeste da Ásia, China e Coreia do Sul, disse à Reuters uma fonte, que tem conhecimento dos planos, mas não quis ser identificada.

 



Fonte: Reuters, 10/05/2017
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar