acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Rússia quer abandonar o capital da petroleira Lukoil

04/08/2004 | 00h00

O estado russo planeja vender 7,59% que ainda possui da OAO Lukoil, a maior petroleira do país. A operação, que poderia concretizar-se em setembro, representará para Rússia, ingressos de, pelo menos 1,1 bilhões de euros (cerca de 37 bilhões de rubros).
Alguns analistas vêen nesta decisão uma manobra do estado russo para "limpeza da imagem" em um momento em que foi considerado intervencionista na economia russa. A confiança da investidora no pais foi afetada pelo caso Yukos, a segundo petroleira russa, sobre a qual planeja a suspensão de pagamentos ao reclamar-lhes US$ 3,4 bilhões por impostos atrasados. A petroleira perdeu três quartos do seu valor na bolsa desde meados de abril. Muitos viram na queda da companhia alguma motivação política.
Conversas recentes ente o conselheiro delegado da ConocoPhillips, James Mulva, e o presidente russo, Vladimir Putin, convidam a pensar que a petroleira norte-americana poderia estar inteessada nas ações da Lukoil.
A Rússia fixou um preço mínimo de 36,7 bilhões de rubros por sua participação. A cifra supõe um valor de US$ 19,5 por ação, o que significaria um desconto próximo ao 25% sobre seu valor na bolsa. O leilão das 64,63 milhões de ações começará no mês que vem.
A Lukoil é a maior petroleira russa por produção e a segunda maior do mundo, inferior apenas à ExxonMobil, por reservas.



Fonte: Expansión
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar