acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Divisão

Royalties crescem 24,6% em maio no RN

31/05/2010 | 08h52

O Rio Grande do Norte recebeu R$ 26,38 milhões em royalties pelas atividades de exploração e produção de petróleo e gás natural, em maio deste ano, registrando um aumento de 24,61% sobre o valor recebido em maio de 2009 e de 10,42% sobre abril de 2010.

 

A cifra significa a soma do que foi repassado ao governo do estado e aos municípios no período e faz parte de um levantamento divulgado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás, Natural e Biocombustíveis (ANP). No ano, os repasses somam R$ 129,5 milhões.

 



Os royalties são uma compensação financeira paga mensalmente por empresas concessionárias, como a Petrobras, e distribuídos a estados e municípios. Os valores, que nesse caso se referem apenas aos repasses feitos pela Petrobras, são influenciados pela cotação do dólar, pelo preço internacional do barril e pela produção de petróleo.

 

Em maio, do total que foi pago, R$ 13,86 milhões foram destinados ao governo do estado e R$ 12,52 milhões aos 95 municípios que têm direito ao pagamento. Os que receberam as maiores quantias foram Macau, com um total de R$ 1.919.041,93, Guamaré, com R$ 1.867.492,84 e Mossoró, com R$ 1.538.104,69. Em nota enviada ontem à imprensa, a Petrobras explicou que Goianinha, Ielmo Marinho e Macaíba receberam o montante de R$ 763,29 mil, cada, por disporem de instalações de medição e transferência de petróleo e/ou gás.


Produção

 


Apesar do crescimento nos repasses, a produção de petróleo e gás no Rio Grande do Norte continua despencando. De acordo com os dados mais recentes, divulgados pela Petrobras no dia 25 deste mês, em abril, a produção total de petróleo, incluindo os volumes produzidos em terra e mar, foi de 57.837 barris por dia, contra os 63.522 barris produzidos diariamente no mesmo período do ano passado. Em março deste ano, a produção tinha chegado a 60.242 barris/dia de petróleo. No caso do gás natural, a queda também persiste. Em abril, a produção foi de 1,56 milhões de metros cúbicos por dia, enquanto em abril de 2009 chegava a 1,66 milhões de metros cúbicos diariamente. Os dados de maio só deverão ser publicados na segunda quinzena de junho.

 


Nacionalmente, o movimento foi inverso. A produção de petróleo chegou a 2.032.620 barris diários, um acréscimo de 2,9% sobre abril de 2009 e de 1,9% sobre março de 2010.

 

 

 

Fonte: Tribuna do Norte (RN) Natal

 

 

 



Fonte: Tribuna do Norte
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar