acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Rolls-Royce inaugura Centro de Treinamento Marítimo no RJ

11/03/2014 | 15h37
Rolls-Royce inaugura Centro de Treinamento Marítimo no RJ
Divulgação. Rolls-Royce Divulgação. Rolls-Royce

 

A Rolls-Royce inaugura hoje (11) em Niterói, seu primeiro Centro de Treinamento (CT) marítimo no Brasil, com a missão de atender os clientes que operam navios de apoio offshore e atuam na exploração de óleo e gás em águas profundas na costa brasileira. O investimento foi de aproximadamente R$ 8,4 milhões.
Parte da Divisão de Serviços Marítimos, o centro oferecerá programas de treinamento para cerca de 750 profissionais por ano. Os primeiros cursos serão direcionados a operações de guincho e de posicionamento dinâmico (DP, na sigla em inglês), que utiliza tecnologia por satélite para controlar o sistema de propulsão da embarcação e mantê-la na posição correta mesmo em condições adversas do mar.
"Proporcionar treinamento aos clientes no Brasil é fundamental para que possam maximizar o valor e o potencial completo dos equipamentos e sistemas de bordo de navios de alta complexidade que oferecemos", afirmou presidente da Rolls-Royce na América do Sul, Francisco Itzaina.
Os conceitos de treinamento, materiais do curso e equipamentos têm como base os mesmos oferecidos no Centro de Treinamento da Rolls-Royce na Europa, localizado em Ålesund, na Noruega. Os cursos e simuladores foram desenvolvidos em cooperação com o Centro de Simulação Offshore, também na Noruega, e representam o que há de mais moderno em tecnologia de simulação.
"Conseguir um ótimo desempenho dos mais recentes sistemas de DP e maquinário de convés requer horas de treinamento prático, e fazê-lo em um centro de treinamento seguro e eficaz garante que os membros da tripulação estejam mais bem equipados para enfrentar os desafios reais quando estiverem no mar, muitas vezes em condições adversas. Estamos muito contentes por poder oferecer essa facilidade para nossos clientes em toda a região", disse o diretor geral da Divisão Marítima da Rolls-Royce Brasil, Paulo Rolim.
Tecnologia de ponta
O novo centro de treinamento dispõe de um guincho de demonstração em tamanho real na oficina. Os cursos são baseados em uma combinação de aulas teóricas de instrução, exercícios práticos nos simuladores e treinamento de manutenção. Um simulador principal, com duas cadeiras de operador, permite a formação de uma equipe de treinamento interativa com um diversificado leque de opções de planejamento de cenários para testar qualquer nível de habilidade.
Além disso, duas cúpulas simuladoras que proporcionam uma visibilidade de 180º no horizonte estão instaladas para simulações de guincho e são projetadas para que a tripulação aperfeiçoe suas técnicas de operação em ambientes ultrarrealistas.  Uma cúpula similar possui um simulador de guindaste.
O empreendimento também conta com uma sala de aula, além de um segundo espaço que abriga quatro estações de treinamento e cabines de DP, proporcionando uma combinação de treinamentos operacionais e de manutenção.
Sistemas de manutenção e exercícios de busca de avarias formam uma importante parte dos cursos. Instrutores poderão mostrar aos alunos a função dos componentes nas cabines de controle e provocar falhas, fazendo com que os alunos tenham uma experiência prática no diagnóstico e solução de problemas.

A Rolls-Royce inaugura hoje (11) em Niterói, seu primeiro Centro de Treinamento (CT) marítimo no Brasil, com a missão de atender os clientes que operam navios de apoio offshore e atuam na exploração de óleo e gás em águas profundas na costa brasileira. O investimento foi de aproximadamente R$ 8,4 milhões.

Parte da Divisão de Serviços Marítimos, o centro oferecerá programas de treinamento para cerca de 750 profissionais por ano. Os primeiros cursos serão direcionados a operações de guincho e de posicionamento dinâmico (DP, na sigla em inglês), que utiliza tecnologia por satélite para controlar o sistema de propulsão da embarcação e mantê-la na posição correta mesmo em condições adversas do mar.

"Proporcionar treinamento aos clientes no Brasil é fundamental para que possam maximizar o valor e o potencial completo dos equipamentos e sistemas de bordo de navios de alta complexidade que oferecemos", afirmou presidente da Rolls-Royce na América do Sul, Francisco Itzaina.

Os conceitos de treinamento, materiais do curso e equipamentos têm como base os mesmos oferecidos no Centro de Treinamento da Rolls-Royce na Europa, localizado em Ålesund, na Noruega. Os cursos e simuladores foram desenvolvidos em cooperação com o Centro de Simulação Offshore, também na Noruega, e representam o que há de mais moderno em tecnologia de simulação.

"Conseguir um ótimo desempenho dos mais recentes sistemas de DP e maquinário de convés requer horas de treinamento prático, e fazê-lo em um centro de treinamento seguro e eficaz garante que os membros da tripulação estejam mais bem equipados para enfrentar os desafios reais quando estiverem no mar, muitas vezes em condições adversas. Estamos muito contentes por poder oferecer essa facilidade para nossos clientes em toda a região", disse o diretor geral da Divisão Marítima da Rolls-Royce Brasil, Paulo Rolim.


Tecnologia de ponta

O novo centro de treinamento dispõe de um guincho de demonstração em tamanho real na oficina. Os cursos são baseados em uma combinação de aulas teóricas de instrução, exercícios práticos nos simuladores e treinamento de manutenção. Um simulador principal, com duas cadeiras de operador, permite a formação de uma equipe de treinamento interativa com um diversificado leque de opções de planejamento de cenários para testar qualquer nível de habilidade.

Além disso, duas cúpulas simuladoras que proporcionam uma visibilidade de 180º no horizonte estão instaladas para simulações de guincho e são projetadas para que a tripulação aperfeiçoe suas técnicas de operação em ambientes ultrarrealistas.  Uma cúpula similar possui um simulador de guindaste.

O empreendimento também conta com uma sala de aula, além de um segundo espaço que abriga quatro estações de treinamento e cabines de DP, proporcionando uma combinação de treinamentos operacionais e de manutenção.

Sistemas de manutenção e exercícios de busca de avarias formam uma importante parte dos cursos. Instrutores poderão mostrar aos alunos a função dos componentes nas cabines de controle e provocar falhas, fazendo com que os alunos tenham uma experiência prática no diagnóstico e solução de problemas.

 



Fonte: Ascom Rolls-Royce
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar