acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Rolls-Royce fecha contratos no Qatar e na Índia

06/07/2004 | 00h00

A Rolls-Royce fechou dois contratos de equipamentos para geração de energia. Um deles com a Dolphin Energy, para fornecer motores Trent para os compressores do gasoduto de exportação ligando o Qatar aos Emirados Árabes. O outro, na Índia, foi fechado com a companhia têxtil indiana Garden Silk Mills, que encomendou o primeiro motor a gásBergen B vendido no país.
O acordo do gasoduto entre o Qatar e os Emirados Árabes envlve serviços de longo prazo no valor de US$ 40 milhões pelos primeiros seis anos e possibilidade de renovação do acordo por outros quatro períodos, completanto 30 anos de serviços e o valor de US$ 300 milhões.
O projeto Dolphin, um dos maiores ligados a energia atualmente em andamento no Oriente Médio, produzirá e suprirá gás natural para os Emirados Árabes Unidos pelo menos pelos próximos 25 anos.
Na Índia, o equipamento fornecido pela Rolls-Royce atende à estratégia da Garden Silk Mills em estabelecer usinas altamente eficientes para co-geração de energia a fim de atender a todos os seus requisitos de eletricidade e geração de vapor e refrigeração, para todos seus processos. O Bergen B, produzido na Noruega, é o motor a gás acionado por centelha mais potente do mundo, segundo nota da Rolls-Royce. Sua potência elétrica é de 8.500 kw.
"As recentes descobertas de gás e a importação de gás natural liquefeito abriram o mercado de energia na Índia", comentou Tim Jones, diretor gerente da Rolls-Royce Índia. "O gás está sendo reconhecido como o combustível do futuro na indústria de geração de energia", acrescentou.
A entrada em serviço da usina de co-geração de 6,75 megawatt está programada para o início de 2005. O contrato inclui o suprimento de equipamento principal, juntamente com equipamento auxiliar e um contrato de dez anos de operação e manutenção.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar