acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
P-53

Rolls Royce é classificada para construir módulos de geração

06/05/2004 | 00h00

As propostas comerciais para a construção dos módulos de geração da plataforma P-53 foram abertas nesta terça-feira (04/05) e a empresa inglesa Rolls Royce foi a única classificada. A concorrente italiana Nuovo Pignone havia sido desclassificada tecnicamente e declinou por escrito de impetrar recurso contra a decisão. A Dresser-Rand havia declinado de participar do processo antes da análise das propostas. A fase atual da licitação é de análise da proposta para verificar a conformidade dos preços estimados.
 As empresas convidadas para o contrato de módulos de geração, Dresser-Rand, Rolls Royce e Nuovo Pignone, enviaram as propostas técnicas e comerciais para os módulos de geração no dia 9 de abril. Nas propostas a serem apresentadas, deveria constar que a engenharia e a construção e montagem do referido módulo seriam realizadas integralmente no Brasil, conforme Edital.
A licitação da P-53 foi inicada em 25 de setembro de 2003 com a aprovação da Diretoria Executiva da Petrobras para a instauração do processo licitatório dos serviços de construção. Os editais de convocação das empresas foram lançados no mês seguinte e o contrato foi dividido em três pacotes de serviços: Módulos de Geração (TGs), Módulos de Compressão (MCs) e Conversão e Integração.
A plataforma P-53 será instalada no campo Marlin Leste, na Bacia de Campos.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar