acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Mexilhão

Rio terá mais um estaleiro reaberto

06/11/2006 | 00h00

O estaleiro CEC, localizado na Ilha do Caju, em Niterói, será o 20º estaleiro reaberto ou revitalizado no Estado do Rio de Janeiro com a recuperação da indústria naval. Fechado há mais de 10 anos, o CEC deve ser reativado nos próximos 30 dias. A reabertura tem como objetivo a construção de uma jaqueta (estrutura de aço que liga a plataforma ao fundo do mar) que irá compor o projeto da plataforma para o Campo de Mexilhão (BS-400), localizado na Bacia de Santos, litoral Sul fluminense, mais precisamente na divisa com o Estado de São Paulo.

O CEC é um estaleiro com 76 mil metros quadrados de área, capacitado para construção naval, montagem de módulos offshore e de estruturas de grande porte em geral. 

Segundo o secretário estadual de Energia Indústria Naval e Petróleo, Wagner Victer, essa é mais uma demonstração da capacidade dos estaleiros fluminenses, e de que a decisão estratégica do governo do estado de reabri-los tem dado resultados imediatos, como a atração de novos investimentos. “A plataforma para o Campo de Mexilhão será a maior fixa já construída no país. A obra era disputada por outros dois estados, mas virá para o Rio”, destacou.

De acordo com o secretário, a reabertura do Estaleiro CEC deve gerar cerca de 2 mil novos postos de trabalho no “pico” da obra, para a qual será necessária a retirada dos cinco galpões existentes, providência que já está em curso. “Afinal, os futuros serviços que serão realizados no CEC, como módulos e jaquetas, requerem o uso do estaleiro a céu aberto”, concluiu o Victer.



Fonte: Da Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar