acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
China

Retirada de petróleo de retaliação comercial é alívio para Sinopec na China

10/08/2018 | 14h26

A decisão da China de remover o petróleo bruto de sua última lista tarifária em meio a uma crescente guerra comercial com os Estados Unidos foi um alívio para petrolíferas estatais, após um forte esforço de lobby do principal importador, a Sinopec Group, disseram fontes do setor em Pequim.

A retirada do petróleo da lista final de tarifas sobre 16 bilhões de dólares em bens norte-americanos anunciada na noite de quarta-feira reforça a crescente importância dos Estados Unidos como principal produtor global e fonte alternativa de suprimento para a China, que busca diversificar suas compras de petróleo.

A remoção de importações de petróleo, avaliadas em 8 bilhões de dólares por ano com base na previsão anterior da Sinopec, de 300 mil barris por dia em 2018, também dá espaço de manobra para Pequim em futuras negociações com Washington, especialmente porque a China poderá perder algumas remessas de petróleo iranianas devido à reimposição de sanções pelos EUA."A Sinopec fez muito trabalho de lobby com o governo", disse uma pessoa com conhecimento direto dos esforços da refinaria estatal para influenciar a decisão política de vários órgãos, como o Ministério das Finanças e o Ministério do Comércio.

A Sinopec recusou-se a comentar.

"Os EUA serão a maior fonte única de nova oferta de petróleo fora da Opep. É do interesse da China diversificar o suprimento", disse uma segunda fonte, que trabalha com operações de petróleo em uma estatal.



Fonte: Reuters, 10/08/2018
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar