acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Desempenho

Resultado líquido da ABB cresce 26% no terceiro trimestre

24/10/2008 | 11h02

A ABB divulgou aumentos de dois dígitos no faturamento, EBIT (Lucros antes dos juros e impostos), resultado líquido e fluxo de caixa no terceiro trimestre de 2008. Os pedidos recebidos aumentaram 7% (moedas locais: 1%) para US$ 8,9 bilhões.

 

O EBIT cresceu 25% para US$ 1,3 bilhão, incluindo uma despesa líquida de aproximadamente US$ 100 milhões, equivalente a aproximadamente 1 ponto percentual da margem de EBIT, devido a operações de hedging. O resultado líquido aumentou 26% para US$ 927 milhões e o caixa das operações aumentou para US$ 1,1 bilhão. O faturamento cresceu 22% (moedas locais: 16%) com a execução bem-sucedida dos grandes pedidos em carteira.

 

Os pedidos recebidos aumentaram 7% (moedas locais: 1%) para US$ 8,9 bilhões. Os equipamentos de produtos de potência continuaram com forte crescimento em todas as regiões e os pedidos de produtos de automação industrial também aumentaram em dois dígitos na maioria dos mercados. Os pedidos de grandes projetos diminuíram de modo significativo, refletindo em parte uma comparação com um trimestre muito forte um ano atrás. Além disso, as decisões dos clientes sobre diversos investimentos industriais e de infra-estrutura foram adiadas como resultado da recente incerteza dos mercados.

 

“O crescimento sólido de nosso faturamento, lucro e fluxo de caixa no terceiro trimestre demonstra a nossa capacidade de executar com sucesso todos os nossos negócios", declarou Joe Hogan, CEO da ABB. “Continuamos a nos beneficiar das tendências de longo prazo para expandir e atualizar a infra-estrutura de energia, melhorar a produtividade industrial e reduzir o impacto ambiental. Ainda é cedo para dizer como a recente turbulência no mercado financeiro afetará os nossos mercados em curto prazo, mas a nossa força e flexibilidade operacional, tecnologia de ponta, base de custo competitiva e balanço geral sólido nos coloca em uma boa posição para enfrentar um mercado mais difícil. Estamos no caminho certo para cumprir com as diretrizes de crescimento que estabelecemos para 2008.

 

A demanda de produtos de transmissão e distribuição de energia e de equipamentos industriais energeticamente eficientes permaneceu sólida na maioria dos mercados durante o terceiro trimestre de 2008, contribuindo para o crescimento dos pedidos em 2 dígitos nas divisões de Produtos de Potência e Produtos de Automação.

 

Os clientes de concessionárias nos mercados maduros continuaram a investir na renovação da rede para melhorar a confiabilidade e, nos mercados emergentes, para expandir a capacidade. A demanda em setores como o de petróleo, gás, metais e minerais também permaneceu positiva, embora alguns clientes menores no setor de mineração tenham começado a retardar os investimentos devido à atual incerteza dos mercados. Os setores de ciclos mais curtos, como automotivo e de construção, permaneceram fracos.



Fonte: ABB
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar