acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Oitava Rodada

Restrições podem beneficiar Petrobras

29/09/2006 | 00h00

Embora a própria Petrobras tenha criticado a decisão da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) quanto às restrições impostas pela Agência à Oitava Rodada de Licitações, o advogado Luís Fernando Pacheco, do escritório Veirano Advogados, sugere que as medidas poderão beneficiar a companhia na próxima licitação.

O argumento de Pacheco é de que as outras empresas estariam comprometidas com os blocos adquiridos na rodada atual e não teriam condições de concorrer com a mesma capacidade na Nona Rodada, quando os blocos de elevado potencial voltariam a ser leiloados e as ofertas estariam novamente liberadas.

O advogado acredita, no entanto, que as restrições por área não causam grande impacto para as companhias petrolíferas estrangeiras uma vez que elas normalmente não atuam como operadoras.

Até o momento, o pré-edital publicado pela ANP determina que cada operadora só poderá apresentar um máximo de quatro ofertas por área de concessão. Em algunas áreas, a restrição chega a permitir apenas duas ofertas por empresa. No entanto, este limite só é válido para a companhia operadora, as não operadoras podem se apresentar em quantas ofertas quiserem.

Pacheco apresentou sua palestra no Seminário sobre Questões atuais da Indústria de Petróleo, promovido pelo escritório Veirano, no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (28/09).



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar