acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
América do Sul

Repsol YPF e PDVSA poderão assinar acordo de gás nesta semana

25/11/2004 | 00h00

A petroleira espanhola Repsol YPF poderá assinar um acordo esta semana com a petroleiro estatal venezuelana PDVSA, para elevar a produção de gás no campo de Quiriquire, de propriedade Repsol YPF, informou uma fonte da empresa espanhola à BNamericas
O acordo poderia ser concretizado durante uma reunião entre o presidente e gerente geral da Repsol YPF, Antonio Brufau, e o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse o executivo.
 Quiriquire está localizado no estado oriental venezuelano de Monagas. O acordo aumentaria em 20% a produção venezuelana da companhia espanhola a cerca de 120 mil barris de petróleo equivalente por dia (BOE/d), cita a agência EFE segundo fontes da Repsol YPF.
Segundo a fonte, ainda não há nada oficial, mas o que é certo é que Brufau se reunirá com Chávez e esperam ter mais informação depois do encontro.
O momento da reunião depende da agenda de Chávez, mas teria que ser nos próximos dias.
Repsol YPF também contempla fazer uma "importante anúncio" nos próximos dias a respeito do descobrimento de gás natural em seu bloco Barrancas, no estado venezuelano de Barinas, teria dito esta semana o conselheiro delegado da Repsol YPF, Ramón Blanco.
A Repsol perfurou o primeiro poço em seu bloco onshore em Barrancas em junho. A produção comercial de gás se espera que comece no primeiro semestre de 2005 e chegaria a 2 milhões de m³/dia em 2006, a qual se utilizaria para abastecer uma planta elétrica a gás.
Segundo informações anteriores da BNamericas, Repsol YPF se comprometeu a investir US$ 250 milhões em Barrancas em três anos.
Repsol YPF também está em negociações com a PDVSA e com o Ministério de Energia e Minas da Venezuela para formar uma empresa de risco compartido para produzir gás no campo de Mene Grande, no estado de Zulia.
A espanhola tem, além do mais, 15% dos direitos de produção nos campos Yucal Placer Norte e Yucal Placer Sur e um 75% do bloco Quiamare-La Ceiba.
Repsol YPF prevê investir na Venezuela mais de US$ 200 milhões durante 2005 nos setores de petróleo e gás, o que implica numa alta em relação aos US$ 120 milhões de 2004, informou a companhia em outubro.



Fonte: BNamericas
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar