acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Reserva

Repsol vai explorar campo de gás gigante no Irã

24/01/2007 | 00h00

A Repsol YPF SA, a petrolífera espanhola que enfrenta dificuldades para encontrar novas reservas, assinará acordo de US$ 4,3 bilhões com o Irã esta semana para explorar o maior campo de gás natural do mundo. O contrato preliminar permitirá que a Repsol e sua sócia no empreendimento, a Royal Dutch Shell Plc, explorem dois blocos do depósito de Pars do Sul, no Irã.

A Repsol, com sede em Madri, juntamente com a Shell, está dando continuidade ao projeto, ignorando sanções impostas ao Irã pela Organização das Nações Unidas (ONU) devido à determinação do país asiático de dar continuidade às suas pesquisas na área da energia nuclear.

O gás vai alimentar planta de gás natural liquefeito (GNL) de US$ 2,5 bilhões a ser construída perto dos blocos e que deverá começar a exportar o  combustível em 2011. Garantir o abastecimento de GNL do Irã poderá ajudar a Repsol a reconquistar a confiança dos investidores, um ano após de ter adotado a depreciação contábil de 25% de suas reservas devido à queda da produção na Argentina. "A consolidação da presença das duas empresas no Irã é boa coisa, embora existam riscos associados à decisão de investir no país", disse Antonio Gallego, co-gestor de US$ 7,8 bilhões, na Gesfinmed de Alicante, na Espanha.

As fases 13 e 14 do campo de Pars do Sul vão dar à Repsol e à Shell acesso a reservas de gás estimadas em 27,7 trilhões de pés cúbicos (784.377 bilhões de metros cúbicos), segundo o documento. O campo, descoberto em 1966 pela Shell, abriga volume estimado em 600 trilhões de pés cúbicos (1,699 trilhão de metros cúbicos) de gás, cerca de 10% das reservas mundiais totais

de gás.



Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar