acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Repsol entra no mercado asiático de GNL

14/02/2011 | 13h27

A Repsol firmou um contrato com a companhia estatal Korea Gas Corporation (KOGAS) para o fornecimento de gás natural liquefeito ao mercado asiático.

 


O acordo, que entrou em vigor em janeiro de 2011, contempla o fornecimento de 1,9 bcm de GNL, quantidade equivalente ao abastecimento anual de um milhão de lares. A Repsol fornecerá gás natural liquefeito procedente da planta de liquefação associada ao projeto Peru LNG, cuja produção comercializa com exclusividade a petroleira espanhola.


Este contrato supõe a entrada da Repsol no mercado asiático de gás natural liquefeito e reforça sua posição de liderança no fornecimento deste produto. A Repsol é a quarta maior fornecedora de GNL do mundo e tem uma posição dominante na bacia atlântica, onde fornece gás a Estados Unidos e Europa desde Trinidad e Tobago.
 
 
A Repsol comercializou 9 bcm de gás equivalente em 2010 e prevê incrementar este volume em ao menos 50% em 2011, após iniciar Peru LNG.


Peru LNG


A Repsol comercializa com exclusividade a produção do projeto da planta Peru LNG. Dois terços desta produção serão destinados ao terminal de Manzanillo, na costa oeste do México que tem previsto o início de seu funcionamento para o quarto trimestre deste ano.


A planta, com uma capacidade nominal de 4,4 milhões de toneladas/ano, pode processar 17 milhões de m3/dia de gás, o que equivale, aproximadamente, a 15% do consumo na Espanha. Conta com os dois maiores tanques de armazenamento do Peru (com 130.000 m3 de capacidade cada um) e um terminal marinho de mais de um quilômetro que pode receber navios com capacidades entre 90.000 m3 e 173.000 m3.


O fornecimento de gás natural procede do campo Camisea, do qual a Repsol também participa com 10%, e ocorre através de um gasoduto de 408 quilômetros de comprimento cuja construção faz parte do projeto Peru LNG.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar