acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Ministério de Ciência e Tecnologia

Repasse de R$ 17 milhões para os INCTs

31/12/2015 | 10h14

Os recursos serão repassados até o dia 31 (hoje), comunicou o ministro Pansera. O programa tem, hoje, 125 institutos nacionais de ciência e tecnologia em áreas consideradas estratégicas para o Brasil.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) vai repassar, até o dia 31, R$ 17 milhões para financiar os projetos de pesquisa do programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT). Os recursos vão custear as iniciativas vigentes.

Criada em 2008, a iniciativa reúne cientistas de diversas áreas do conhecimento para o desenvolvimento de pesquisas científicas e tecnológicas em áreas consideradas estratégicas para o Brasil. São, hoje, 125 institutos credenciados, com um investimento total de R$ 832 milhões. Dele participam 6.794 pesquisadores e 1.937 instituições integrantes, demonstrando o alinhamento do Programa com as áreas estratégicas da Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

"Os INCTs cobrem todo o território nacional e contribuem com pesquisa científica, transferência de conhecimento com grande impacto intelectual, econômico e social", destacou o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), Hernan Chaimovich.

Em sete anos, pesquisadores ligados aos INCTs – que funcionam como redes, cada uma coordenada por uma instituição – avançaram, por exemplo, na investigação de doenças (como dengue, tuberculose, obesidade e diabetes), desenvolveram vacinas moleculares contra a leishmaniose, criaram um curso de graduação em segurança pública e aprimoraram as técnicas aplicadas à exploração de fontes não convencionais de petróleo e gás. Além disso, as pesquisas dos institutos colocaram o Brasil no centro do debate científico mundial sobre produção de alimentos, economia de baixo carbono e desenvolvimento sustentável.

A abrangência regional e temática dos INCTs, os resultados obtidos nos campos cientifico e tecnológico e a interação expressiva de grupos de pesquisas nacionais consolidados com grupos emergentes no País e com mais de mil cientistas estrangeiros, demonstra que o Programa INCT é uma das mais exitosas iniciativas que visa colocar o Brasil na fronteira do conhecimento.

Os investimentos nos projetos de inovação apoiados resultaram em acordos de cooperação entre os institutos e empresas, geraram patentes e inovações, que ganharam a forma de softwares, equipamentos, kits de diagnósticos, procedimentos e políticas públicas. Outro resultado são avanços na inserção internacional do País, por meio da atuação de laboratórios internacionais e empresas estrangeiras.

A Chamada INCT 16/2014 visa dar continuidade a esta iniciativa e, no momento, o CNPq está avaliando as 345 propostas recebidas neste edital, sendo 114 com o objetivo de dar continuidade a INCTs já existentes.



Fonte: MCTI
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar