acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Renova Energia inicia operação de seu primeiro projeto solar

21/02/2013 | 09h37

 

O primeiro projeto solar fotovoltaico da Renova Energia está em operação, no Projeto Pilar da empresa produtora de ouro Yamana Gold. Localizado no município de Pilar de Goiás, distante cerca de 250 km de Goiânia,
 a planta tem capacidade instalada de 25,65kWp e permitirá à mineradora gerar energia para o próprio abastecimento. O sistema utiliza módulos fotovoltaicos com tecnologia silício monocristalino.
“Nesse modelo de geração, uma das vantagens é a redução dos custos com a transmissão, um serviço caro no Brasil, além de atender a crescente demanda da sociedade por energia limpa”, afirma Mathias Becker, diretor-presidente da Renova Energia.
“O sistema abastecerá toda a área administrativa do projeto Pilar, por meio da interligação à rede industrial, uma novidade que representa um marco rumo aos avanços em termos de sustentabilidade, um dos pilares da Yamana em todas as suas unidades e projetos.”, explica o diretor de Meio Ambiente, Eder Luiz Santo.
A operação é o resultado do investimento realizado pela Renova nos últimos dois anos na geração solar. “Queremos ser competitivos em todas as fontes renováveis e já temos outros projetos em desenvolvimento”, adianta Becker. A companhia aposta que a energia por meio do sol tende a tornar-se ainda mais difundida e acessível na medida em que receba incentivos para que sua cadeia produtiva se desenvolva.
O setor brasileiro de energia solar também foi favorecido recentemente pelas resoluções da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em abril de 2012, que demonstraram a intenção do governo em estimular a geração distribuída de energia elétrica por micro e mini geradores para consumo próprio.
A Renova acredita que um leilão do governo federal específico para a fonte solar possa contribuir de forma efetiva para o crescimento da indústria no Brasil.
As vantagens da energia solar ficam ainda mais evidentes porque o Brasil apresenta elevados índices de irradiação solar. Isso faz com que o sol, como matriz energética, desponte para enfrentar os desafios da expansão da oferta de energia.

O primeiro projeto solar fotovoltaico da Renova Energia está em operação, no Projeto Pilar da empresa produtora de ouro Yamana Gold. Localizado no município de Pilar de Goiás, distante cerca de 250 km de Goiânia, a planta tem capacidade instalada de 25,65kWp e permitirá à mineradora gerar energia para o próprio abastecimento. O sistema utiliza módulos fotovoltaicos com tecnologia silício monocristalino.


“Nesse modelo de geração, uma das vantagens é a redução dos custos com a transmissão, um serviço caro no Brasil, além de atender a crescente demanda da sociedade por energia limpa”, afirma Mathias Becker, diretor-presidente da Renova Energia.


“O sistema abastecerá toda a área administrativa do projeto Pilar, por meio da interligação à rede industrial, uma novidade que representa um marco rumo aos avanços em termos de sustentabilidade, um dos pilares da Yamana em todas as suas unidades e projetos.”, explica o diretor de Meio Ambiente, Eder Luiz Santo.


A operação é o resultado do investimento realizado pela Renova nos últimos dois anos na geração solar. “Queremos ser competitivos em todas as fontes renováveis e já temos outros projetos em desenvolvimento”, adianta Becker. A companhia aposta que a energia por meio do sol tende a tornar-se ainda mais difundida e acessível na medida em que receba incentivos para que sua cadeia produtiva se desenvolva.


O setor brasileiro de energia solar também foi favorecido recentemente pelas resoluções da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em abril de 2012, que demonstraram a intenção do governo em estimular a geração distribuída de energia elétrica por micro e mini geradores para consumo próprio.


A Renova acredita que um leilão do governo federal específico para a fonte solar possa contribuir de forma efetiva para o crescimento da indústria no Brasil.


As vantagens da energia solar ficam ainda mais evidentes porque o Brasil apresenta elevados índices de irradiação solar. Isso faz com que o sol, como matriz energética, desponte para enfrentar os desafios da expansão da oferta de energia.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar