acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Refinaria

Regap em Betim, MG comemora 50 anos e vai receber R$ 149 milhões para melhorar sua produção

28/03/2018 | 14h31
Regap em Betim, MG comemora 50 anos e vai receber R$ 149 milhões para melhorar sua produção
Agência Petrobras Agência Petrobras

Para a refinaria R$ 148,8 milhões estão previstos para ampliar a sua eficiência operacional em 2018. A Refinaria Gabriel Passos (Regap) que completa 50 anos no dia 30 de março com a produção quase quatro vezes maior do que na data de sua inauguração, em 1968. A unidade, localizada em Betim, ocupa atualmente uma área de 11,9 km² e tem capacidade autorizada de refino de 166 mil barris/dia, provenientes do pré-sal e do pós-sal da Bacia de Campos. Há 50 anos, a refinaria processava 45 mil barris diariamente.

A Regap é importante fomentadora do desenvolvimento econômico da região. Só em 2017, a unidade foi responsável pela arrecadação de R$ 5,8 bilhões em ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) - o maior recolhedor do estado - e de R$ 3,5 milhões em ISS (Imposto Sobre Serviços).

"Temos muito orgulho da nossa história em Minas Gerais. Crescemos junto com o estado e continuamos com planos robustos para a região. Os quase R$ 150 milhões de investimentos previstos vão melhorar nossa eficiência operacional e nossos processos de recuperação de enxofre, além de garantir a segurança por meio das paradas programadas", detalha o gerente geral da Regap, José Alexandrino Machado. O executivo também destaca a força de trabalho da refinaria, que hoje soma 1.870 trabalhadores próprios e contratados. "Reunimos na Regap pessoas com alta capacidade técnica, que contribuem para os resultados da companhia como um todo e fazem da unidade um modelo em vários aspectos, como os níveis de segurança que conseguimos atingir", complementa.

O petróleo chega à Regap via Terminal de Campos Elíseos (Tecam) pelo duto denominado Orbel II. Os combustíveis produzidos pela refinaria abastecem 52% dos carros e caminhões movidos a diesel e 66% dos veículos a gasolina do estado de Minas. Juntos, gasolina e diesel representam 86% da produção total da unidade.

Todos os combustíveis são certificados pelo laboratório da Regap antes de serem enviados ao mercado. Por dia, mais de 400 análises de gasolina, diesel e outros produtos são realizadas pelos 40 profissionais da Petrobras dedicados às certificações.

Segurança

Um dos destaques da refinaria nestes 50 anos é a redução da Taxa de Acidentados Registráveis (TAR), índice que mede o número de acidentes por milhão de homens-hora trabalhados e baliza uma das métricas de topo da companhia no seu Plano de Negócios e Gestão 2018-2022. Em 2017, a TAR da Regap ficou em 0,20, abaixo do limite de 1,69 assumido pela Gerência Executiva Industrial. Nenhum dos registros teve gravidade.

"A Regap hoje se destaca no país por uma gestão voltada para os fatores humanos na área de segurança. Essa abordagem é inovadora porque coloca o trabalhador e o cuidado com os colegas em foco na busca pela excelência em segurança. Fundamentos comportamentais, psicológicos e até da neurociência são insumos para esse trabalho", explica o gerente geral.

O compromisso da Petrobras assumido no Plano Estratégico e de Negócios e Gestão 2017-2021 era reduzir a TAR de toda a empresa em 36%, passando de 2,2 em 2015 para 1,4 em 2018. Mas, já em 2017, a companhia reduziu a métrica para 1,08, revisando o desafio para uma TAR de 1,0 em 2018.

Reúso de água

Entre as refinarias da Petrobras, a Regap é a que apresenta melhor índice de uso racional e eficiente da água, contribuindo com o meio ambiente. A unidade industrial é a campeã na reutilização de água, que chegou a 26,3% em 2017, cerca de 2,9 milhões de m³ de água reutilizada exclusivamente pela Regap.



Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar