acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Etanol Celulósico

Refinaria de biomassa Inbicon inicia operação na Dinamarca

09/07/2010 | 10h37
A Inbicon está colocando em operação a sua primeira refinaria de biomassa, em Kalundborg, na Dinamarca. Na refinaria, a palha de trigo será transformada em 1,4 milhão de galões por ano de etanol celulósico, tornando-a a maior produtora deste tipo de combustível no mundo. 
 

"Nós estamos não apenas produzindo o novo etanol para substituir a gasolina, mas também um biocombustível de lignina para substituir o carvão", disse o CEO da Inbicon, Niels Henriksen. "A Refinaria de Biomassa Inbicon pode demonstrar dramaticamente eficiências aumentadas quando integrada com uma usina geradora movida a carvão, planta de etanol de grãos, ou qualquer operação CHP. A troca de energia simbiótica ajuda nossos clientes a construírem negócios sustentáveis, de carbono neutro", completou.
 

A refinaria de Kalundborg será integrada com a usina geradora de Asnaes, a maior da Dinamarca. Uma variedade de matérias-primas pode ser usada: palha, caules e espigas de milho, bagaço de açúcar e gramas. Resíduos de vapor da usina farão funcionar a refinaria de biomassa, aumentando o total de eficiência de energia para 71%. Para produzir energia verde, o biocombustível de lignina da refinaria é tão limpo que pode aumentar a queima de carvão nas caldeiras da usina sem purificação adicional.
 

No 26o. Workshop Internacional Anual de Combustível Etanol, em St. Louis, três empresas dos EUA recentemente revelaram projetos celulósicos em desenvolvimento.  Cada uma incluirá uma refinaria de biomassa Inbicon ampliada - um design comercial produzindo 20MMgy do novo etanol.
 

Sandra Broekema, gerente de desenvolvimento de negócios da Great River Energy, cooperativa elétrica de  Minnesota, falou sobre a Dakota Spirit AgEnergy, uma refinaria de biomassa Inbicon de escala comercial processando palha de trigo de Dakota do Norte para ser co-alocados com sua nova usina de 64 megawatt, Spiritwood Station. 
 

John Gell, diretor da Genesee Regional BioFuels, apresentou planos para um complexo de negócios de biomassa perto de Rochester, Nova York. A empresa dele é voltada para trazer de volta à vida uma velha área de Brown, enquanto revitaliza agricultura de Nova York -processando a transição de caules de milho para gramas domésticas. A lignina substituirá o carvão usado nas usinas existentes.  
 

Já Peter Bendorf, engenheiro de apresentações do grupo Integro Services,engenheiro desenvolvedor de Energia SWI, planeja uma nova planta de etanol de milho de 59MMgy em Alton, Illinois,  integrada com uma refinaria de biomassa Inbicon de 20MMgy. Utilizando as sinergias de cada, produzirá etanol livre de fóssil. 

A Inbicon também está trabalhando com a Mitsui Engineering & Shipbuilding em refinarias na Ásia.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar