acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Combustíveis

Redução nos preços do etanol nas usinas e distribuidoras começa a ter reflexo em postos de SP

12/05/2011 | 09h39
A redução nos preços do etanol nas usinas e distribuidoras de combustíveis começa a ter reflexos nos postos de combustíveis de São Paulo. Segundo José Alberto Paiva Gouveia, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro), em alguns postos paulistas, já é melhor para o consumidor optar pelo álcool ao abastecer o seu carro.
 

“O consumidor pode esperar, nos próximos dias, um preço mais baixo. A partir de segunda-feira que vem já é uma certeza. Mas não sabemos o valor”, disse Gouveia. De acordo com ele, a BR Distribuidora e a Ipiranga já baixaram o preço do etanol em R$ 0,20. “Conforme os postos vão recebendo os produtos com preços mais baixos, para concorrer no mercado, eles já vão baixando [o preço] naturalmente”.
 

Levantamento feito pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), avaliando mais de 2,3 mil postos de combustíveis em São Paulo entre os dias 1º e 7 de maio, apontou que o preço médio do etanol vendido ao consumidor era R$ 2,075. O que mostra uma redução, já que há cerca de um mês, o preço médio do combustível foi R$ 2,187.
 
 
O indicador semanal divulgado na última sexta-feira (6) pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Universidade de São Paulo (USP), apontou redução tanto no preço do etanol hidratado quanto no do anidro, negociado entre as usinas paulistas e os distribuidores. Segundo o Cepea, os valores foram pressionados pela maior oferta do produto, devido à entrada de um grande número de usinas no mercado.
 

Entre os dias 2 e 6 de maio, o indicador semanal indicou que o preço do etanol anidro, sem impostos, foi de R$ 1,8817 por litro, com queda de 21% em relação à semana anterior. Nesse mesmo período, o preço do hidratado foi de R$ 1,0651 por litro, redução de 20,4% em comparação ao período anterior.
 

Para orientar o consumidor quanto a essa escolha, o presidente do Sincopetro explicou como deve ser feita a conta: o proprietário do carro deve multiplicar o preço da gasolina do posto onde se vai abastecer por 0,7, que indica a eficiência dos combustíveis (um litro de etanol equivale a 0,70 litros de gasolina). Assim, só será vantajoso abastecer com álcool se o resultado dessa multiplicação for maior que o preço do etanol.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar