acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Política

Reajuste da gasolina é assunto da Petrobras, afirma Mantega

09/10/2013 | 16h19

 

O Ministro da Fazenda, Guido Mantega, evitou comentar um possível reajuste da gasolina em virtude da queda da inflação em setembro medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) que, pela primeira vez no ano, ficou abaixo de 6%.
Falando à imprensa ao chegar ao ministério nesta quarta-feira (9), o ministro disse que "isso não é assunto nosso. Reajuste da gasolina é da Petrobras". A presidente da companhia, Graça Foster, disse esta semana no Congresso que espera uma correção nos preços ainda este ano e que o governo aguarda uma folga na inflação.
Mantega afirmou que ficou "satisfeito" com o resultado da inflação no mês passado, inferior a setembro de 2012 e também de 2011. Segundo o ministro, isso mostra que os preços estão sob controle. Mantega foi cauteloso ao falar da expectativa para os próximos meses, lembrando que sazonalmente a inflação sobe no final do ano, por causa da entressafra e chuvas.
"O governo tem que continuar alerta para impedir que a inflação volte a subir e a atrapalhar o consumidor brasileiro", afirmou.

O Ministro da Fazenda, Guido Mantega, evitou comentar um possível reajuste da gasolina em virtude da queda da inflação em setembro medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) que, pela primeira vez no ano, ficou abaixo de 6%.


Falando à imprensa ao chegar ao ministério nesta quarta-feira (9), o ministro disse que "isso não é assunto nosso. Reajuste da gasolina é da Petrobras". A presidente da companhia, Graça Foster, disse esta semana no Congresso que espera uma correção nos preços ainda este ano e que o governo aguarda uma folga na inflação.


Mantega afirmou que ficou "satisfeito" com o resultado da inflação no mês passado, inferior a setembro de 2012 e também de 2011. Segundo o ministro, isso mostra que os preços estão sob controle. Mantega foi cauteloso ao falar da expectativa para os próximos meses, lembrando que sazonalmente a inflação sobe no final do ano, por causa da entressafra e chuvas.


"O governo tem que continuar alerta para impedir que a inflação volte a subir e a atrapalhar o consumidor brasileiro", afirmou.

 



Fonte: Valor Online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar