acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
CTC/PUC-Rio

Química Industrial é a mais nova ênfase do Bacharelado em Química do CTC/PUC-Rio

26/01/2015 | 13h24

O Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio) terminou o ano de 2014 com uma novidade para os alunos interessados ou que cursam o Bacharelado em Química: a partir deste 1º semestre de 2015, eles poderão optar pelas ênfases em Química Pura, voltada para a área acadêmica, ou Química Industrial, voltada para as empresas. A mudança reflete uma crescente mudança no perfil dos estudantes que têm ingressado no curso desde 2010, grande parte buscando maior atuação na área industrial.

“Esta foi uma demanda dos próprios alunos, confirmando que o mercado está carente de químicos. Quase todos os nossos alunos se formam praticamente empregados”, revela André Pimentel, coordenador do curso de graduação em Química do CTC/PUC-Rio. Com a mudança, os alunos seguirão juntos durante os seis primeiros períodos e irão optar pela área de interesse no último ano. “Todos se formarão Bacharéis em Química e o diploma indicará a ênfase escolhida: ou Química Pura ou Química Industrial”, explica Pimentel.

De acordo com o Prof. André Pimentel, a Química Pura vai oferecer disciplinas da pós-graduação como incentivo aos alunos que desejarem ingressar no Mestrado ou Doutorado em Química. O aluno poderá iniciar o Mestrado até mesmo durante o curso e obter o diploma de pós-graduação mais cedo. Já a Química Industrial — voltada para as áreas de petróleo e gás, materiais, farmacêutica e de cosméticos — vai oferecer disciplinas de outros cursos do CTC, como Engenharia Química e de Materiais e Engenharia de Produção.

Conforme os resultados mais recentes do ENADE, o Bacharelado em Química do CTC/PUC-Rio é o único entre as universidades do Rio com nota máxima (cinco), confirmando a excelente formação oferecida a seus alunos. Com a mudança, que aumentará as opções de empregabilidade, o Departamento de Química busca também atrair mais alunos.

David Tabak, Conselheiro do Conselho Regional de Química (CRQ) - 3ª Região, acredita que a mudança veio em boa hora: " Dar a possibilidade ao aluno, ainda na graduação, de optar por uma formação direcionada para uma carreira na área acadêmica ou na área industrial é uma iniciativa muito interessante e desejável. Aqueles alunos do CTC/PUC-Rio que optarem pela ênfase na área industrial serão muito bem recebidos no mercado brasileiro, que se ressente da falta de profissionais conhecedores de processos unitários. Por outro lado, aqueles que optarem pela ênfase na área acadêmica, fortalecerão o mercado de pesquisadores e formadores de profissionais da química."



Fonte: Redação / Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar