acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indústria

Queda de 4,9% no faturamento confirma desaquecimento da industria

19/01/2015 | 09h46

Depois de quatro aumentos consecutivos, o faturamento real da indústria brasileira caiu 4,9% em novembro de 2014 na comparação com outubro, na série livre de influências sazonais. No mesmo período, as horas trabalhadas na produção e a utilização da capacidade instalada ficaram estáveis, confirmando a dificuldade de recuperação da atividade no setor. As informações são da pesquisa Indicadores Industriais, divulgada nesta sexta-feira (16), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

De acordo com a pesquisa, o baixo ritmo da atividade fica evidente quando comparados os dados de  novembro deste ano com os do mesmo mês de 2013. Nessa base de comparação, o faturamento real recuou 4,8% e as horas trabalhadas na produção caíram 6,6%.

EMPREGO E SALÁRIOS - Com dificuldade para intensificar o ritmo de operação, a indústria continuou demitindo. O emprego no setor caiu 0,1% em novembro frente a outubro, também na série com ajuste sazonal. Foi a nona queda consecutiva do indicador.  No mesmo período, a massa salarial cresceu 0,2% e o rendimento médio real do trabalhador recuou 0,1%.

Na comparação com novembro de 2013, o emprego diminuiu 3%, a massa real de salários encolheu 1,2%, enquanto que o rendimento médio real dos trabalhadores teve crescimento de 1,9%.



Fonte: CNI
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar