acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Iniciativa

Quattor apresenta o Projeto do Propeno Verde na 1ª Exposição Internacional sobre Biocombustíveis

17/11/2008 | 13h50

A petroquímica Quattor mostrará uma iniciativa inovadora e que beneficia a todos na 1ª Exposição Internacional sobre Biocombustíveis: o Projeto de Propeno Verde. A Quattor terá um estande, onde apresentará sua iniciativa na área do propeno verde, que envolve a glicerina.

 

A glicerina é um subproduto da produção do biodiesel, em que se geram 100 ml de glicerina a cada 1 litro de biodiesel. Com o aumento da produção de biodiesel, a quantidade de glicerina que será gerada é muito maior do que a absorvida pelo mercado hoje, ou seja, se tornará um passivo ambiental.

 

O projeto da Quattor, que já está patenteado, parte do princípio de que se a glicerina pode ser produzida a partir do propeno, o inverso também é possível, ou seja, transformar essa glicerina gerada na produção do biodiesel em propeno.

 

Segundo a petroquímica, este processo só tem pontos positivos, pois dá destino a um resíduo (passivo ambiental) reforçando a cadeia produtiva do biodiesel; proporciona a produção de uma matéria-prima de fonte renovável como alternativa à matéria-prima tradicional baseada no petróleo (nafta); no processo de transformação de glicerina em propeno, é obtida uma considerável quantidade de água que poderá ser aproveitada no processo de produção do polipropileno, diminuindo assim o consumo de água das fábricas.

 

O propeno gerado a partir da glicerina, chamado de Propeno Verde (por ser de fonte renovável), servirá de matéria-prima para a produção de Polipropileno Verde, que tem as mesmas características do polipropileno atualmente produzido a partir do propeno feito da nafta. Por apresentar as mesmas propriedades do produto tradicional o parque industrial de transformação de plásticos, já instalado, pode se utilizar do Polipropileno Verde sem qualquer necessidade de adaptação do maquinário, disponibilizando ao consumidor final produtos com um diferencial positivo ambiental e social.

 

A expectativa é que em 2012 a Quattor já possua o Propeno e Polipropileno Verde para comercialização.



Fonte: Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar