acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Internacional

Quatorze empresas interessadas em E&P no México

03/10/2006 | 00h00

Quatorze grupo compraram as bases para a licitação de três contratos de exploração e produção de gás natural na Bacia de Burgos, no México. A licitação é promovida pela Pemex Exploração e Produção (PEP)

As licitações internacionais correspondem aos blocos Nejo, Monclova e Euro e contemplam obras relativas à exploração, à infra-estrutura e à manutenção de campos de gás não-associado.

As empresas que adquiriram bases para Nejo foram Repsol Exploración México, Cobra Instalaciones México, PTD Servicios Múltiples, Tecpetrol de México e Swecomex.

As bases para Monclova foram compradas por Repsol Exploración México, PTD Servicios Múltiples, Construcciones Mecánicas Monclova, Grupo Creatica, Lewis Energy México, Minera Carbonífera Río Escondido, Coahuila Industrial Minera e Monclova Pirineos Gas.

As companhias que adquiriram bases para o campo de Euro foram Repsol Exploración México, Swecomex, Tecpetrol de México, PTD Servicios Múltiples, Grupo Creatica, Cobra Instalaciones México, Encana Corporation, Petrodomos Servicios Industriales e Grupo Operador de Ingeniería y Montajes.

O prazo para a compra das bases de Nejo vencem no dia 18 de outubro, para o campo de Monclova, em 1º de novembro e para Euro em 8 de novembro, enquanto as ofertas são esperadas para os dias 24 de outubro, 7 e 14 de novembro. 


As obras correspondentes aos três contratos deverão começar em janeiro de 2007 e se executariam no estado de Tamaulipas. Os contratos têm uma vigência de 15 anos.

Os trabalho somam cerca de US$ 2 bilhões e com eles se pretende elevar a produção de gás natural em 200 milhões de pés cúbicos por dia.

A produção de Burgos chegou a um recorde de 1.340 milhões de pés cúbicos em julho, enquanto o total extraído deverá alcançar 2 bilhões de pés cúbicos em 2011.



Fonte: BNAmericas
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar