acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pré-Sal

QGOG e parceiros farão afretamento e operação de dois novos FPSOs

15/07/2013 | 16h09
QGOG e parceiros farão afretamento e operação de dois novos FPSOs
Planta 3D do FPSO Cidade de Ilhabela. Divulgação Planta 3D do FPSO Cidade de Ilhabela. Divulgação

 

A Queiroz Galvão Óleo e Gás (QGOG) anunciou nesta segunda-feira (15) que firmou contratos, em conjunto com seus parceiros, para afretamento e operação de dois FPSOs (Floating Production Storage and Offloading, na sigla em inglês) - Cidade de Maricá e Cidade de Saquarema - com o Consórcio BM-S-11, operado pela Petrobras (65%), BG E&P Brasil Ltda. (25%) e Petrogal Brasil S.A. (10%). Os contratos terão duração de 20 anos, e o valor total para aquisição das duas unidadesé de, aproximadamente, US$ 3,5 bilhões.
Os FPSOs irão pertencer e serão operados pela joint venture formada entre as empresas QGOG, SBM Offshore, Mitsubishi Corporation e Nippon Yusen Kabushiki Kaisha (NYK Line).
As unidades irão operar no Campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos. Elas são similares ao FPSO Cidade de Ilhabela, com capacidade diária de produção de óleo de 150 mil barris e capacidade de produção de gás de 6 milhões de metros cúbicos por dia.
A previsão de entrega do Cidade de Maricá e Cidade de Saquarema é no final de 2015 e no início de 2016, respectivamente.

A Queiroz Galvão Óleo e Gás (QGOG) anunciou nesta segunda-feira (15) que firmou contratos, em conjunto com seus parceiros, para afretamento e operação de dois FPSOs (Floating Production Storage and Offloading, na sigla em inglês) - Cidade de Maricá e Cidade de Saquarema - com o Consórcio BM-S-11, operado pela Petrobras (65%), BG E&P Brasil Ltda. (25%) e Petrogal Brasil S.A. (10%). Os contratos terão duração de 20 anos, e o valor total para aquisição das duas unidades é de, aproximadamente, US$ 3,5 bilhões.


Os FPSOs irão pertencer e serão operados pela joint venture formada entre as empresas QGOG, SBM Offshore, Mitsubishi Corporation e Nippon Yusen Kabushiki Kaisha (NYK Line).


As unidades irão operar no Campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos. Elas são similares ao FPSO Cidade de Ilhabela, com capacidade diária de produção de óleo de 150 mil barris e capacidade de produção de gás de 6 milhões de metros cúbicos por dia.


A previsão de entrega do Cidade de Maricá e Cidade de Saquarema é no final de 2015 e no início de 2016, respectivamente.



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação com Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar