acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Negócios

QGEP anuncia acordo de farm-in em blocos na Bacia de Campos

08/11/2012 | 12h06
QGEP anuncia acordo de farm-in em blocos na Bacia de Campos
Ilustração TN Petróleo Ilustração TN Petróleo

 

A QGEP, por meio de sua controlada Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A., assinou com a Petrobras acordo de cessão de 30% dos direitos de exploração e produção, referente à participação na Área do Plano de Avaliação (PAD) do prospecto Guanabara. A área engloba os Blocos C-M-122, C-M-145 e C-M-146, (parte da concessão do BM-C-27) em águas rasas na Bacia de Campos. Assim, a Petrobras permanece como Operador com participação de 70% nos blocos. A transferência dos 30% de participação para a QGEP está sujeita à aprovação da ANP.
Localizada a 70 quilômetros da costa brasileira e em lâmina d‘água de 50 metros, a Área do Plano de Avaliação possui um prospecto de pré-sal identificado, Guanabara Profundo, que apresenta alta probabilidade de ocorrência de gás úmido. A previsão de início da perfuração é 2013. À QGEP não está estabelecido nenhum desembolso inicial pela participação nos blocos, apenas a participação nos custos de perfuração no prospecto Guanabara Profundo. Sendo os investimentos exploratórios estimados em US$55 milhões para a Queiroz Galvão.
"Este acordo de farm-in reforça a estratégia da QGEP de expandir o portfólio exploratório e investir em ativos de alta qualidade de forma criteriosa e seletiva", comentou Lincoln Guardado, diretor-presidente da QGEP. "Também diversifica nosso portfólio e nos posiciona na maior bacia produtora do Brasil, a Bacia de Campos, em uma área com grande potencial exploratório. O conhecimento geológico que será obtido nos coloca em uma posição favorável para potenciais aquisições de outros ativos na região", complementa.

A QGEP, por meio de sua controlada Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A., assinou com a Petrobras acordo de cessão de 30% dos direitos de exploração e produção, referente à participação na Área do Plano de Avaliação (PAD) do prospecto Guanabara. A área engloba os Blocos C-M-122, C-M-145 e C-M-146, (parte da concessão do BM-C-27) em águas rasas na Bacia de Campos. Assim, a Petrobras permanece como Operador com participação de 70% nos blocos. A transferência dos 30% de participação para a QGEP está sujeita à aprovação da ANP.


Localizada a 70 quilômetros da costa brasileira e em lâmina d‘água de 50 metros, a Área do Plano de Avaliação possui um prospecto de pré-sal identificado, Guanabara Profundo, que apresenta alta probabilidade de ocorrência de gás úmido. A previsão de início da perfuração é 2013. À QGEP não está estabelecido nenhum desembolso inicial pela participação nos blocos, apenas a participação nos custos de perfuração no prospecto Guanabara Profundo. Sendo os investimentos exploratórios estimados em US$55 milhões para a Queiroz Galvão.


"Este acordo de farm-in reforça a estratégia da QGEP de expandir o portfólio exploratório e investir em ativos de alta qualidade de forma criteriosa e seletiva", comentou Lincoln Guardado, diretor-presidente da QGEP. "Também diversifica nosso portfólio e nos posiciona na maior bacia produtora do Brasil, a Bacia de Campos, em uma área com grande potencial exploratório. O conhecimento geológico que será obtido nos coloca em uma posição favorável para potenciais aquisições de outros ativos na região", complementa.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar