acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Promon destaca aspectos de fornecimento na modalidade EPCM

05/12/2012 | 16h24

 

PROMON ENGENHARIA DESTACA OS ASPECTOS DE FORNECIMENTO NA MODALIDADE EPCM NO MINING PROCUREMENT & SUPPLY BRAZIL
 
   
 No evento, promovido pelo International Quality & Productivity Center (IQPC), a empresa fala sobre os processos de suprimentos e as vantagens para os clientes com essa modalidade de contratação 
    
 A Promon Engenharia, uma das principais empresas brasileiras de desenvolvimento de projetos, consultoria, integração e implementação de soluções de infraestrutura, participa do evento Mining Procurement & Suplly Brazil que se realiza nestes dias 4 e 5 de dezembro, em Belo Horizonte. O evento, que acontece pela primeira vez no Brasil, tem como público-alvo as mineradoras e foco na cadeia de suprimentos.
 
Em sua apresentação, com o tema “Projetos em modalidade EPCM”, Othon Bardela, coordenador de suprimentos da Promon Engenharia, falará sobre as vantagens para os clientes na contratação de projetos na modalidade EPCM (Engineering, Procurement, and Consctruction Management) e sobre os desafios encontrados nos relacionamentos com os fornecedores nas diferentes modalidades de contratação. Ele estabelece um comparativo entre a modalidade de contratação E (Engineering) em relação à modalidade EPCM. “Certamente, o EPCM traz mais benefícios aos clientes. A integração entre as disciplinas é um dos benefícios principais, pelo uso de sistemas integrados na Engenharia e de ERP para Suprimentos e Gerenciamento da Construção. A uniformidade na definição da solução técnica é essencial para garantir consistência, pois os problemas daí decorrentes resultam em aumentos de custos na parte de Construção e Gerenciamento”, comenta Bardela.
 
O profissional enfatiza importância do P (Procurement) na modalidade EPCM. “Suprimentos assume o papel de elo central da cadeia, com o objetivo de suprir as demais funções do processo”. E destaca, ainda, que outro benefício diz respeito à redução do volume de interfaces para o cliente. “Com a centralização na gerenciadora, ganha o cliente pelos benefícios do gerenciamento correto e alinhado do E-P-C, pela redução no risco de pleitos e aditivos de escopo pelos fornecedores, em última instância, em prazos e custos”, finaliza Bardela, reforçando que “o grande desafio no relacionamento entre fornecedor, cliente e gerenciadora é superado mais facilmente com a comunicação transparente e formal entre as três partes”, lembrando que existe um componente de temporalidade a ser considerado. “A relação entre fornecedor e gerenciadora é única e permanece durante o tempo de execução do projeto, enquanto que a relação entre fornecedor e cliente permanece durante a vida útil do produto”, finaliza.
 
Sobre a Marksell

A Promon Engenharia, uma das principais empresas brasileiras de desenvolvimento de projetos, consultoria, integração e implementação de soluções de infraestrutura, participa do evento Mining Procurement & Suplly Brazil que se realiza nestes dias 4 e 5 de dezembro, em Belo Horizonte. O evento, que acontece pela primeira vez no Brasil, tem como público-alvo as mineradoras e foco na cadeia de suprimentos.


Em sua apresentação, com o tema “Projetos em modalidade EPCM”, Othon Bardela, coordenador de suprimentos da Promon Engenharia, falará sobre as vantagens para os clientes na contratação de projetos na modalidade EPCM (Engineering, Procurement, and Consctruction Management) e sobre os desafios encontrados nos relacionamentos com os fornecedores nas diferentes modalidades de contratação. Ele estabelece um comparativo entre a modalidade de contratação E (Engineering) em relação à modalidade EPCM. “Certamente, o EPCM traz mais benefícios aos clientes. A integração entre as disciplinas é um dos benefícios principais, pelo uso de sistemas integrados na Engenharia e de ERP para Suprimentos e Gerenciamento da Construção. A uniformidade na definição da solução técnica é essencial para garantir consistência, pois os problemas daí decorrentes resultam em aumentos de custos na parte de Construção e Gerenciamento”, comenta Bardela. 

 

O profissional enfatiza importância do P (Procurement) na modalidade EPCM. “Suprimentos assume o papel de elo central da cadeia, com o objetivo de suprir as demais funções do processo”. E destaca, ainda, que outro benefício diz respeito à redução do volume de interfaces para o cliente. “Com a centralização na gerenciadora, ganha o cliente pelos benefícios do gerenciamento correto e alinhado do E-P-C, pela redução no risco de pleitos e aditivos de escopo pelos fornecedores, em última instância, em prazos e custos”, finaliza Bardela, reforçando que “o grande desafio no relacionamento entre fornecedor, cliente e gerenciadora é superado mais facilmente com a comunicação transparente e formal entre as três partes”, lembrando que existe um componente de temporalidade a ser considerado. “A relação entre fornecedor e gerenciadora é única e permanece durante o tempo de execução do projeto, enquanto que a relação entre fornecedor e cliente permanece durante a vida útil do produto”, finaliza. 



Fonte: Redação TN
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar