acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Bacia de Santos

Projeto Piloto de Lula comprova alta produtividade do pré-sal

08/07/2011 | 09h26
A Petrobras comunicou ontem (7) que o poço 9-RJS-660, no campo de Lula, registrou o maior volume de produção da companhia para o mês de maio, alcançando uma produção média de 28.436 barris de óleo por dia (bpd). Esse poço é o primeiro a produzir comercialmente no pré-sal da Bacia de Santos.


Esse resultado confirma o alto potencial dos reservatórios do pré-sal brasileiro, e, se considerarmos a produção de óleo mais gás natural, o volume alcançou 36.322 barris de óleo equivalente por dia (boed).


O poço está interligado ao FPSO Cidade de Angra dos Reis e é o primeiro dos seis poços de produção a serem conectados ao FPSO. Além desse poço, já está conectado à plataforma um poço injetor de gás que, desde o início de abril de 2011, reinjeta no reservatório gás produzido pelo 9-RJS-660. Estão previstos também mais dois poços injetores, dos quais um de água e outro que alternará injeção de água e gás.
 


A previsão é que o FPSO Cidade de Angra dos Reis esteja produzindo cerca de 100 mil bpd ao longo do ano de 2012.


O consórcio que desenvolve a produção no bloco BMS-11, onde está localizado o campo de Lula, é formado pela Petrobras, que é a operadora, com 65% de participação, a BG Group, com 25%, e a Galp Energia, com 10%.
 


Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar