acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Espírito Santo

Programa de investimentos fecha o ano com balanço positivo

13/01/2014 | 14h12

 

O Programa de Incentivo ao Investimento no Espírito Santo (Invest-ES) encerrou o ano de 2013 com 40 empresas inseridas que, juntas, somam cerca de R$ 2,5 bilhões de investimentos privados que deverão gerar 2600 empregos.
Voltado para novos investimentos em indústria e serviços, o Invest-ES tem por objetivo contribuir para a expansão, modernização e diversificação dos setores produtivos do estado, estimulando os investimentos, a renovação tecnológica das estruturas produtivas e o aumento da competitividade, enfatizando a geração de emprego e renda e a diminuição das desigualdades sociais.
Na opinião da subsecretária de Estado de Desenvolvimento, Cristina Santos, o programa permite não apenas a implantação de novos empreendimentos, mas a descentralização do desenvolvimento econômico nas microrregiões. "A ideia é que os investimentos se espalhem pelos municípios, de acordo com a vocação econômica de cada um, gere oportunidade e renda para os moradores da região. Isso diminui a necessidade de sair de sua cidade para buscar melhor qualidade de vida", ressaltou.
O balanço contempla as empresas inseridas no programa entre os meses de janeiro e dezembro de 2013.
Requisitos
Empresas que venham a realizar projeto econômico considerado de interesse para o desenvolvimento socioeconômico do estado, conforme condições estabelecidas no Decreto Nº 1951-R, de 25/10/07, publicado no Diário Oficial do Espírito Santo em 26 de outubro de 2007.
Podem ser enquadrados projetos de implantação; ampliação, expansão ou diversificação da capacidade produtiva que prevejam aumento mínimo, prévio à fruição do benefício, de 40% da capacidade de produção; projetos de revitalização de estabelecimento paralisado.

O Programa de Incentivo ao Investimento no Espírito Santo (Invest-ES) encerrou o ano de 2013 com 40 empresas inseridas que, juntas, somam cerca de R$ 2,5 bilhões de investimentos privados que deverão gerar 2600 empregos.

Voltado para novos investimentos em indústria e serviços, o Invest-ES tem por objetivo contribuir para a expansão, modernização e diversificação dos setores produtivos do estado, estimulando os investimentos, a renovação tecnológica das estruturas produtivas e o aumento da competitividade, enfatizando a geração de emprego e renda e a diminuição das desigualdades sociais.

Na opinião da subsecretária de Estado de Desenvolvimento, Cristina Santos, o programa permite não apenas a implantação de novos empreendimentos, mas a descentralização do desenvolvimento econômico nas microrregiões. "A ideia é que os investimentos se espalhem pelos municípios, de acordo com a vocação econômica de cada um, gere oportunidade e renda para os moradores da região. Isso diminui a necessidade de sair de sua cidade para buscar melhor qualidade de vida", ressaltou.

O balanço contempla as empresas inseridas no programa entre os meses de janeiro e dezembro de 2013.


Requisitos

Empresas que venham a realizar projeto econômico considerado de interesse para o desenvolvimento socioeconômico do estado, conforme condições estabelecidas no Decreto Nº 1951-R, de 25/10/07, publicado no Diário Oficial do Espírito Santo em 26 de outubro de 2007.

Podem ser enquadrados projetos de implantação; ampliação, expansão ou diversificação da capacidade produtiva que prevejam aumento mínimo, prévio à fruição do benefício, de 40% da capacidade de produção; projetos de revitalização de estabelecimento paralisado.

 



Fonte: Ascom Sedes
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar