acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Retomada

Produção de setor eletroeletrônico cresce 4,3% no primeiro trimestre, segundo Abinee

08/05/2017 | 09h05

A produção do setor eletroeletrônico apontou crescimento de 4,3% no primeiro trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período de 2016. É o que mostram os dados divulgados pelo IBGE e agregados pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee).

O resultado foi puxado pelo desempenho da indústria eletrônica, que apresentou expansão de 17,3%, enquanto a indústria elétrica sofreu decréscimo de 4,4%. O incremento da indústria eletroeletrônica foi superior ao da indústria geral, cujo acréscimo foi de 0,5%, e da indústria de transformação, que recuou 0,6%.

“Não tínhamos um primeiro trimestre positivo desde 2014”, destaca o presidente da Abinee, Humberto Barbato. Ele acrescenta que empresas do setor esperam desempenho favorável durante todo o ano. De acordo com a última sondagem realizada pela Abinee, 74% das empresas do setor acreditam em crescimento das vendas em 2017. “Ainda estamos dando os primeiros passos para o processo de recuperação da atividade industrial”, afirma.

Em março, a produção do setor eletroeletrônico registrou aumento de 5,5% na comparação com igual mês de 2016, resultado de uma expansão de 17% na produção da indústria eletrônica e de queda de 2,2% na elétrica.

Em relação ao mês anterior, a produção do setor apresentou decréscimo de 2,6%. A indústria eletrônica caiu 6,4% enquanto a indústria elétrica permaneceu estável (0,4%). No acumulado dos últimos 12 meses, a produção da indústria eletroeletrônica sofreu queda de 3,1%, sendo: redução de 1,3% nas atividades da indústria eletrônica; e retração de 4,4% na indústria elétrica.

Sobre a Abinee

Fundada em setembro de 1963, a Abinee é uma sociedade civil sem fins lucrativos que representa a indústria elétrica e eletrônica, congregando cerca de 500 empresas. Fazem parte do quadro de associadas fabricantes das áreas de Automação Industrial; Componentes Elétricos e Eletrônicos; Dispositivos Móveis de Comunicação; Equipamentos Industriais; Equipamentos para Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica; Informática; Material Elétrico de Instalação e Telecomunicações.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar