acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petróleo e Gás

Produção de petróleo cai 8,2% em relação a fevereiro

03/05/2013 | 17h00
Produção de petróleo cai 8,2% em relação a fevereiro
FPSO Cidade de Itajaí. Agência Petrobras FPSO Cidade de Itajaí. Agência Petrobras

 

Segundo boletim divulgado nesta sexta-feira (3) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a produção de petróleo e gás natural no Brasil, no mês de março, foi de aproximadamente 1.853 Mbbl/d (mil barris por dia) e 77,3 MMm³/d (milhões de m³ por dia), respectivamente, totalizando em torno de 2.339 Mboe/d (mil barris de óleo equivalente por dia).
A produção de petróleo no país foi de aproximadamente 1.853 Mbbl/d, uma redução de cerca de 11,2% na produção de petróleo se comparada com o mesmo mês em 2012, e 8,2% se comparada ao mês anterior.
Segundo a agência reguladora, o principal motivo para essa redução foram as paradas programadas para manutenção das plataformas FPSO Espírito Santo, nos campos de Ostra e Argonauta, FPSO Maersk Peregrino, no campo de Peregrino, e P-54, no campo de Roncador.
GN
A produção de gás natural foi recorde, chegando a aproximadamente 77,3 MMm³/d, um aumento de cerca de 16,6% se comparada ao mesmo mês em 2012, e 0,9% se comparada ao mês anterior.
O campo com maior produção continua sendo Manati, na Bacia de Camamu, com produção média de 6,6 MMm³/d.
Pré-sal
A produção diária do pré-sal foi de 288,9 mil barris de petróleo e 9,7 milhões de metros cúbicos de gás natural, totalizando 349,6 mil barris de óleo equivalente. Essa produção teve origem em 26 poços: 5 no campo de Baleia Azul, 3 no de Jubarte, 3 no de Linguado, 4 no de Lula, 2 em Marlim Leste, 3 em Pampo, 2 em Sapinhoá, 1 em Trilha, 1 em reservatório compartilhado pelos campos de Caratinga e Barracuda, 1 em reservatório compartilhado por Marlim e Voador e 1 no campo de Pirambu, que iniciou a produção em março.
Campos produtores
Os campos marítimos foram responsáveis por 87,1% da produção de petróleo e 75% da produção de gás natural no mês de março. Os campos operados pela Petrobras foram responsáveis por 96,8% da produção nacional. O campo com maior produção de gás natural foi o de Manati, na bacia de Camamu, com produção média de 6,6 milhões de metros cúbicos por dia.
O maior produtor de petróleo foi o campo de Marlim Sul, na bacia de Campos, e também o terceiro maior produtor de gás natural, com produção média de 330,3 mil barris de óleo equivalente por dia. O campo de Carmópolis teve o maior número de poços produtores, totalizando 1.119 poços.

Segundo boletim divulgado nesta sexta-feira (3) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a produção de petróleo e gás natural no Brasil, no mês de março, foi de aproximadamente 1.853 Mbbl/d (mil barris por dia) e 77,3 MMm³/d (milhões de m³ por dia), respectivamente, totalizando em torno de 2.339 Mboe/d (mil barris de óleo equivalente por dia).


A produção de petróleo no país foi de aproximadamente 1.853 Mbbl/d, uma redução de cerca de 11,2% na produção de petróleo se comparada com o mesmo mês em 2012, e 8,2% se comparada ao mês anterior.


Segundo a agência reguladora, o principal motivo para essa redução foram as paradas programadas para manutenção das plataformas FPSO Espírito Santo, nos campos de Ostra e Argonauta, FPSO Maersk Peregrino, no campo de Peregrino, e P-54, no campo de Roncador.



GN


A produção de gás natural foi recorde, chegando a aproximadamente 77,3 MMm³/d, um aumento de cerca de 16,6% se comparada ao mesmo mês em 2012, e 0,9% se comparada ao mês anterior.


O campo com maior produção continua sendo Manati, na Bacia de Camamu, com produção média de 6,6 MMm³/d.



Pré-sal


A produção diária do pré-sal foi de 288,9 mil barris de petróleo e 9,7 milhões de metros cúbicos de gás natural, totalizando 349,6 mil barris de óleo equivalente. Essa produção teve origem em 26 poços: 5 no campo de Baleia Azul, 3 no de Jubarte, 3 no de Linguado, 4 no de Lula, 2 em Marlim Leste, 3 em Pampo, 2 em Sapinhoá, 1 em Trilha, 1 em reservatório compartilhado pelos campos de Caratinga e Barracuda, 1 em reservatório compartilhado por Marlim e Voador e 1 no campo de Pirambu, que iniciou a produção em março.



Campos produtores


Os campos marítimos foram responsáveis por 87,1% da produção de petróleo e 75% da produção de gás natural no mês de março. Os operados pela Petrobras foram responsáveis por 96,8% da produção nacional.


O maior produtor de petróleo foi o campo de Marlim Sul, na bacia de Campos, e também o terceiro maior produtor de gás natural, com produção média de 330,3 mil barris de óleo equivalente por dia. O campo de Carmópolis teve o maior número de poços produtores, totalizando 1.119 poços.



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar