acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petrobras

Produção de óleo e gás no Brasil cresceu 4,8% em junho

01/08/2013 | 09h14
Produção de óleo e gás no Brasil cresceu 4,8% em junho
Consórcio Quip/ Roberto Rosa Consórcio Quip/ Roberto Rosa

 

Produção de petróleo e gás da Petrobras no Brasil cresceu 4,8% em junho
 
Rio de Janeiro, 31 de julho de 2013 – Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras informa que a produção de petróleo (óleo, mais líquido de gás natural - LGN) de todos os campos da Petrobras no Brasil foi de 1 milhão 979 mil barris por dia (bpd), volume 4,6% acima do produzido em maio (1 milhão 892 mil barris). Incluída a parcela operada pela empresa para seus parceiros, a produção exclusiva de petróleo no Brasil chegou a 2 milhões e 43 mil bpd, indicando um aumento de 5,2% em relação a maio.
A produção total (petróleo e gás natural) da Petrobras no Brasil, em junho, atingiu a média de 2 milhões 378 mil barris de óleo equivalente por dia (boe/d), volume 4,8% acima do produzido em maio. Incluída a parcela operada pela Petrobras para empresas parceiras, o volume total produzido em junho foi de 2 milhões 489 mil boe/d, 5,5% a mais do que no mês anterior.
O crescimento da produção resultou da entrada em operação de novos poços interligados às plataformas FPSO-Cidade de Itajaí, no campo de Baúna, na Bacia de Santos, e FPSO-Brasil, no campo de Roncador, na Bacia de Campos, além do início de operação do FPSO-Cidade de Paraty, no Projeto Piloto de Lula Nordeste, no pré-sal da Bacia de Santos. Contribuiu, também, para o aumento do volume produzido, o retorno à operação das plataformas P-25 e P-31, no campo de Albacora, na Bacia de Campos; e do FPSO Cidade de Angra dos Reis, que opera no projeto-piloto do campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos. Essas unidades de produção cumpriam paradas programadas no mês de maio. Seguindo o cronograma, em junho, as plataformas P-20 e Pampo-1 (PPM-1), ambas na Bacia de Campos, interromperam a produção para manutenção.
É importante destacar, ainda, a crescente contribuição do pré-sal para o volume total, que bateu, em junho, novo recorde, com a média diária de 310,2 mil barris por dia, incluída a parte operada pela empresa para seus parceiros.
Somado à produção da empresa no exterior, o volume total de petróleo mais gás natural atingiu, em junho, a média de 2 milhões 612 mil boe/d, 4,2% acima da produção total de maio.
Produção de gás natural
A produção de gás natural - sem liquefeito - dos campos da companhia no Brasil em junho foi de 63 milhões 430 mil metros cúbicos, 6,2% acima do volume extraído em maio. A produção total de gás no Brasil, incluída a parte operada pela empresa para seus parceiros, foi de 70 milhões 834 mil metros cúbicos por dia, com um aumento de 6,8% na comparação com o mês anterior.
Produção no exterior
A produção total de petróleo e gás natural no exterior, em junho, foi de 234.885 boe/d, correspondendo a um aumento de 0,7% em relação ao mês de maio. Desse total, foram produzidos 144.131 barris diários de petróleo, produção considerada estável, na comparação com o mês anterior. A produção internacional de gás natural chegou a 15 milhões 419 mil metros cúbicos/dia, 1,9% acima do volume produzido em maio.
O aumento na produção internacional decorreu, principalmente, da maior demanda de gás boliviano pelo mercado brasileiro.
Informação à ANP
A produção total informada à ANP foi de 9.191.902,60 m³ de óleo e 2.234.271,65 mil m³ de gás em junho de 2013. Esta produção corresponde à produção total das concessões em que a Petrobras atua como operadora. Não estão incluídos os volumes do Xisto, LGN e produção de parceiros onde a Petrobras não é operadora.

A Petrobras informou na noite de ontem (31) que a produção de petróleo (óleo, mais líquido de gás natural - LGN) de todos os campos da empresa no Brasil foi de 1 milhão 979 mil barris por dia (bpd), volume 4,6% acima do produzido em maio (1 milhão 892 mil barris). Incluída a parcela operada pela empresa para seus parceiros, a produção exclusiva de petróleo no Brasil chegou a 2 milhões e 43 mil bpd, indicando um aumento de 5,2% em relação a maio.


A produção total (petróleo e gás natural) da Petrobras no Brasil, em junho, atingiu a média de 2 milhões 378 mil barris de óleo equivalente por dia (boe/d), volume 4,8% acima do produzido em maio. Incluída a parcela operada pela Petrobras para empresas parceiras, o volume total produzido em junho foi de 2 milhões 489 mil boe/d, 5,5% a mais do que no mês anterior.


O crescimento da produção resultou da entrada em operação de novos poços interligados às plataformas FPSO-Cidade de Itajaí, no campo de Baúna, na Bacia de Santos, e FPSO-Brasil, no campo de Roncador, na Bacia de Campos, além do início de operação do FPSO-Cidade de Paraty, no Projeto Piloto de Lula Nordeste, no pré-sal da Bacia de Santos. Contribuiu, também, para o aumento do volume produzido, o retorno à operação das plataformas P-25 e P-31, no campo de Albacora, na Bacia de Campos; e do FPSO Cidade de Angra dos Reis, que opera no projeto-piloto do campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos. Essas unidades de produção cumpriam paradas programadas no mês de maio. Seguindo o cronograma, em junho, as plataformas P-20 e Pampo-1 (PPM-1), ambas na Bacia de Campos, interromperam a produção para manutenção.

 

É importante destacar, ainda, a crescente contribuição do pré-sal para o volume total, que bateu, em junho, novo recorde, com a média diária de 310,2 mil barris por dia, incluída a parte operada pela empresa para seus parceiros.

 

Somado à produção da empresa no exterior, o volume total de petróleo mais gás natural atingiu, em junho, a média de 2 milhões 612 mil boe/d, 4,2% acima da produção total de maio.

 

Produção de gás natural

 

A produção de gás natural - sem liquefeito - dos campos da companhia no Brasil em junho foi de 63 milhões 430 mil metros cúbicos, 6,2% acima do volume extraído em maio. A produção total de gás no Brasil, incluída a parte operada pela empresa para seus parceiros, foi de 70 milhões 834 mil metros cúbicos por dia, com um aumento de 6,8% na comparação com o mês anterior.

 

Produção no exterior

 

A produção total de petróleo e gás natural no exterior, em junho, foi de 234.885 boe/d, correspondendo a um aumento de 0,7% em relação ao mês de maio. Desse total, foram produzidos 144.131 barris diários de petróleo, produção considerada estável, na comparação com o mês anterior. A produção internacional de gás natural chegou a 15 milhões 419 mil metros cúbicos/dia, 1,9% acima do volume produzido em maio.

 

O aumento na produção internacional decorreu, principalmente, da maior demanda de gás boliviano pelo mercado brasileiro.

 

Informação à ANP

 

A produção total informada à ANP foi de 9.191.902,60 m³ de óleo e 2.234.271,65 mil m³ de gás em junho de 2013. Esta produção corresponde à produção total das concessões em que a Petrobras atua como operadora. Não estão incluídos os volumes do Xisto, LGN e produção de parceiros onde a Petrobras não é operadora.



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar