acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Combustível

Produção de cana-de-açúcar pode crescer 7% por conta do etanol, diz IBGE

09/03/2007 | 00h00

A produção de cana-de-açúcar pode crescer 7% neste ano de acordo com a segunda estimativa de safra realizada pelo IBGE em fevereiro. O instituto prevê uma colheita de 490 milhões de toneladas. O gerente do levantamento sistemático da produção agrícola do IBGE, Neuton Rocha, disse que o aumento se deve não somente ao aquecimento do consumo interno, mas também à demanda mundial.

A cana é uma das fontes para a produção do etanol, combustível renovável no qual os EUA apostam como substituto de parte do consumo de combustíveis fósseis. Esse assunto será tratado na reunião entre os presidentes do EUA, George W. Bush, e do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, amanhã em São Paulo.

O programa norte-americano tem como meta substituir 20% do consumo dos combustíveis fósseis por fontes renováveis nos próximos dez anos.

De acordo com o gerente do IBGE, o aumento da produção da cana deve demandar um crescimento na área plantada neste ano. Ele prevê que ainda há muita terra disponível para a expansão da cultura, especialmente naqueles terrenos que hoje são usados como pastagens. "Não falta área para a cana. Temos estoque de terra", disse Rocha.
 



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar