acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petrobras

Produção da Petrobras no Brasil cai em janeiro com manutenção e após venda de fatia em Lapa

21/02/2018 | 11h15

A produção média de petróleo da Petrobras no Brasil em janeiro foi de 2,1 milhões de barris por dia (bpd), queda de 1 por cento ante dezembro em função principalmente da parada para manutenção no FPSO Capixaba, que opera no Parque das Baleias, na Bacia de Campos.

A estatal também disse que a cessão de direitos de 35 por cento do campo de Lapa da Petrobras para a francesa Total, no bloco BM-S-9A, no pré-sal da Bacia de Santos, também afetou a produção.

A Petrobras anunciou em meados de janeiro a conclusão do acordo com a Total, que envolveu também a área de Iara, em um negócio de 2,35 bilhões de dólares, na medida em que a companhia brasileira dá andamento ao seu plano de desinvestimento para reduzir a maior dívida corporativa do setor no mundo.

A estatal ainda ficou com 10 por cento de Lapa.

Na comparação com janeiro de 2017, quando a Petrobras produziu o maior volume do ano passado no país, a produção caiu 5,5 por cento.

A estatal registrou uma produção recorde no ano passado, de 2,15 milhões de barris de petróleo por dia, com o impulso da extração no pré-sal.

A produção da estatal no Brasil e no exterior, incluindo gás, foi de cerca de 2,7 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) em janeiro, também ligeira queda ante dezembro, mas um recuo de 5,7 por cento na comparação com o mesmo mês ao ano anterior.

Do total produzido no mês passado, a Petrobras registrou extração de 2,60 milhões boed no Brasil e 97 mil boed no exterior.

Já a produção de gás natural no Brasil em janeiro, excluído o volume liquefeito, foi de 78,7 milhões de metros cúbicos/dia, 1 por cento acima do mês anterior.

 

 



Fonte: Reuters, 21/02/2018
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar