acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Petrobras

Produção cresceu 8,6% em março

17/04/2006 | 00h00

A produção média total de petróleo, LGN e gás natural do Sistema Petrobras em março, no Brasil e no exterior, chegou a 2.282.601 barris de óleo equivalente (boe). Esse volume é aproximadamente 8,6% maior que o alcançado em março de 2005, mantendo-se estável em relação ao mês anterior.

A produção conjugada de petróleo e gás dos campos situados no Brasil chegou a 2.021.357 barris de óleo equivalente (boe), volume 10% superior à de março de 2005 e manteve-se estável em relação a fevereiro de 2006.

No exterior, a produção total da Companhia (petróleo, LGN e gás) foi de 261.244 boe diários, 1,3% superior à do mês anterior, devido ao aumento de produção na Bolívia e na Argentina.

A média da produção de petróleo e líquido de gás natural (LGN) dos campos  nacionais foi de 1.746.138 barris por dia (bpd) 0,7% inferior ao volume  produzido em fevereiro de 2006 (1.758.245 bpd). As principais causas dessa redução foram:

Redução da produção de LGN da Bacia de Campos, devido à parada para manutenção da Unidade de Recuperação de Líquido (URL) do Terminal de Cabiúnas (Tecab) entre os dias 8 e 28 de março;

Queda  na produção de LGN da Unidade de Negócios de Sergipe e Alagoas (UN-SEAL) devido à parada programada para manutenção da Unidade de  Processamento de Gás Natural (UPGN) de Atalaia entre os dias 13 e 27 de  março.

A produção de gás natural no Brasil alcançou, em março, a média de 43 milhões 757 mil metros cúbicos (m³), 0,9% superior à do mês anterior.

A produção de petróleo no exterior, em março, foi de 159.387 bpd. E a de gás natural chegou a 17 milhões 305 mil metros cúbicos (m³). Esses resultados foram, respectivamente, 0,4% e 2,7 superiores às médias registradas no mês anterior.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar