acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pré-Sal

Produção cresce 4%

02/06/2014 | 13h13
Produção cresce 4%
Divulgação Divulgação

 

A produção do pré-sal nas bacias de Santos e Campos cresceu 4% em abril, alcançando o volume de 411 mil barris por dia (bpd) - um novo recorde mensal. Em março, a produção média mensal do pré-sal, incluído o volume próprio e o operado para seus parceiros, foi de 395 mil barris.
O recorde diário também se mantém crescente. No dia 15 de abril a companhia registrou a produção de 428 mil barris por dia. Em 18 de abril, um novo recorde diário foi atingido, com a extração de 444 mil barris diários, devido ao crescimento da produção da plataforma P-58 e da entrada de novo poço ligado à boia de sustentação de riser (BSR) instalada no campo de Sapinhoá. No dia 11 de maio esse recorde diário foi novamente superado, quando a produção no pré-sal alcançou 470 mil barris por dia.
Segundo a Petrobras, esse resultado se deveu à entrada em operação, no dia 9 de maio, do poço 7-LL-22D-RJS, interligado ao FPSO (navio-plataforma) Cidade de Paraty, no campo de Lula, por meio de uma boia de sustentação de risers (BSR), tecnologia pioneira de sustentação de tubulações por meio de boias submersas. Trata-se do terceiro poço interligado utilizando a tecnologia BSR e o primeiro conectado ao FPSO Cidade de Paraty.
Produção no Brasil
A produção de petróleo da Petrobras no Brasil, em abril, atingiu a média de 1 milhão 933 mil barris/dia (bpd), superando em 0,4% a produção de março, que foi de 1 milhão 926 mil bpd. Incluindo-se a parcela operada pela Petrobras para seus parceiros no Brasil, atingiu a marca de 2 milhões e 34 mil bpd, que indica um aumento de 0,4% na comparação com o mês anterior.
A produção de petróleo e gás natural da empresa no Brasil, em abril, foi de 2 milhões 335 mil barris de óleo equivalente por dia (boed), acima do volume produzido em março (2 milhões 331 mil boed). Se incluída a parcela da produção operada pela Petrobras para suas parceiras no Brasil, atingiu a marca de 2 milhões e 487 mil boed, 0,2% acima da produção alcançada em março.
Produção no exterior
No mês de abril, a produção total de petróleo e gás natural da Petrobras foi de 225,4 mil boed, correspondendo a um aumento de 2,7 % em relação aos 219,6 mil boed produzidos no mês anterior.
A produção de petróleo foi de 128,9 mil bpd, 1,6 % acima dos 126,9 mil bpd produzidos em março. Já a produção de gás natural foi de 16 milhões 395 mil m³/d, 4,1 % acima dos 15 milhões 744 mil m³/d produzidos em março.
Esse incremento resulta principalmente da entrada de novos poços no Campo de Kinteroni, Lote 57, no Peru.
Acrescentado o volume produzido no exterior, a produção total da Petrobras de petróleo e gás em abril chegou a 2 milhões 560 mil boed, 0,4 % acima do volume extraído no mês anterior, que foi de 2 milhões 550 mil boed.

A produção de petróleo no pré-sal das bacias de Santos e Campos cresceu 4% em abril, alcançando o volume de 411 mil barris por dia (bpd) - um novo recorde mensal. Em março, a produção média mensal do pré-sal, incluído o volume próprio e o operado para seus parceiros, foi de 395 mil barris.

O recorde diário também se mantém crescente. No dia 15 de abril a companhia registrou a produção de 428 mil barris por dia. Em 18 de abril, um novo recorde diário foi atingido, com a extração de 444 mil barris diários, devido ao crescimento da produção da plataforma P-58 e da entrada de novo poço ligado à boia de sustentação de riser (BSR) instalada no campo de Sapinhoá. No dia 11 de maio esse recorde diário foi novamente superado, quando a produção no pré-sal alcançou 470 mil barris por dia.

Segundo a Petrobras, esse resultado se deveu à entrada em operação, no dia 9 de maio, do poço 7-LL-22D-RJS, interligado ao FPSO (navio-plataforma) Cidade de Paraty, no campo de Lula, por meio de uma boia de sustentação de risers (BSR), tecnologia pioneira de sustentação de tubulações por meio de boias submersas. Trata-se do terceiro poço interligado utilizando a tecnologia BSR e o primeiro conectado ao FPSO Cidade de Paraty.


Produção no Brasil

A produção de petróleo da Petrobras no Brasil, em abril, atingiu a média de 1 milhão 933 mil barris/dia (bpd), superando em 0,4% a produção de março, que foi de 1 milhão 926 mil bpd. Incluindo-se a parcela operada pela Petrobras para seus parceiros no Brasil, atingiu a marca de 2 milhões e 34 mil bpd, que indica um aumento de 0,4% na comparação com o mês anterior.

A produção de petróleo e gás natural da empresa no Brasil, em abril, foi de 2 milhões 335 mil barris de óleo equivalente por dia (boed), acima do volume produzido em março (2 milhões 331 mil boed). Se incluída a parcela da produção operada pela Petrobras para suas parceiras no Brasil, atingiu a marca de 2 milhões e 487 mil boed, 0,2% acima da produção alcançada em março.


Produção no exterior

No mês de abril, a produção total de petróleo e gás natural da Petrobras foi de 225,4 mil boed, correspondendo a um aumento de 2,7 % em relação aos 219,6 mil boed produzidos no mês anterior.

A produção de petróleo foi de 128,9 mil bpd, 1,6 % acima dos 126,9 mil bpd produzidos em março. Já a produção de gás natural foi de 16 milhões 395 mil m³/d, 4,1 % acima dos 15 milhões 744 mil m³/d produzidos em março.

Esse incremento resulta principalmente da entrada de novos poços no Campo de Kinteroni, Lote 57, no Peru.

Acrescentado o volume produzido no exterior, a produção total da Petrobras de petróleo e gás em abril chegou a 2 milhões 560 mil boed, 0,4 % acima do volume extraído no mês anterior, que foi de 2 milhões 550 mil boed.



Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar