acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
AES

Previsão de investir R$ 700 mi na Eletropaulo em 2011

22/07/2010 | 10h45
O presidente do Grupo AES no Brasil, Britaldo Soares, afirmou que a AES Eletropaulo deve repetir no próximo ano o volume de investimento programado para 2010, que é de aproximadamente R$ 700 milhões. "Os investimentos buscam a melhoria na qualidade dos serviços", disse o executivo, que participou hoje de evento na Câmara de Comércio Brasil Estados Unidos (Amcham) sobre projetos de infraestrutura. A AES Eletropaulo é a responsável pela distribuição de energia elétrica na região metropolitana de São Paulo.


Para financiar os investimentos futuros, a companhia considera a possibilidade de recorrer ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Isso é possível após a última pendência entre a empresa e o banco de fomento ter sido concluída no mês passado, quando a venda da participação indireta da AES na Cemig para Andrade Gutierrez foi aprovada pela Justiça. Soares, no entanto, afirmou que não há necessidade de sacar os recursos do banco para custear o programa de investimento de 2010.


"Do ponto de vista financeiro as empresas do Grupo AES estão saudáveis. A relação dívida líquida - Ebitda da AES é de 1,7 vez detendo mais de R$ 1,5 bilhão de caixa. Na AES Tietê a relação dívida líquida - Ebitda é de 0,3 vezes", afirmou. De acordo com Soares, a companhia está olhando a necessidade de financiamento para 2011.


Segundo o executivo, a vantagem do BNDES é que as condições de financiamento são mais atrativas. "O acesso aos recursos do BNDES estará atrelado ao nosso plano de investimentos que virá para a frente, mas com certeza conversaremos com o banco", disse.


Sobre a possibilidade de a AES participar da disputa da concessão de três hidrelétricas, que o governo ofertará em leilão na próxima semana, o executivo disse que a companhia ficará fora da licitação.


Fonte: O Estado de S.Paulo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar