acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Desempenho

Previsão de balanços fracos de Gerdau e CSN

19/02/2013 | 10h17

 

Depois da Usiminas fechar 2012 no vermelho, as expectativas dos analistas são de resultados fracos no quarto trimestre para as siderúrgicas Gerdau e CSN. A média das previsões dos relatórios de bancos e corretoras como Santander, Goldman Sachs, Votorantim e Ágora, consultados pelo Valor, aponta para um lucro de R$ 236 milhões para Gerdau no período. No caso da CSN, o Goldman Sachs e do Votorantim apresentaram previsões bem diferentes. Credit Suisse e HSBC estimam para a Gerdau um lucro, em 2012, entre R$ 1,3 bilhão a R$ 1,4 bilhão, enquanto para a CSN as estimativas são de prejuízo entre R$ 623 milhões e R$ 584 milhões.
 
O Santander espera um lucro "decepcionante" de R$ 256 milhões para o grupo Gerdau no quarto trimestre, uma queda de 42% ante o mesmo período do ano anterior devido ao baixo desempenho da divisão da América do Norte, cujas vendas foram afetadas pelo temor do "abismo fiscal nos Estados Unidos". A Ágora projeta ganho de R$ 294 milhões; o Goldman Sachs, de R$ 221 milhões; e a Votorantim, de R$ 173,1 milhões.
 
As estimativas para a receita líquida da Gerdau são de R$ 9,2 bilhões pela Votorantim; R$ 9,4 bilhões do Goldman; R$ 9,6 bilhões do Santander; e R$ 8,9 bilhões da corretora do Bradesco. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) esperado pelo Santander é de R$ 869 milhões, um recuo de 17% ante o quarto trimestre de 2011. A margem Ebitda prevista pelo banco espanhol é de 9% contra 11,6% no igual período do ano anterior, derrubada pela margem Ebitda projetada no relatório de apenas 2,4% para a Gerdau América do Norte.
 
O Goldman trabalha com Ebitda de R$ 1 bilhão para Gerdau; o Votorantim com R$ 813,6 milhões; e a Ágora, de R$ 872 milhões. A corretora destaca também a compressão das margens operacionais do grupo no período e redução dos volumes de venda da unidade americana. A Ágora estima um volume de vendas de aço da Gerdau de 4,4 milhões de toneladas, com destaque para o Brasil com quase 2 milhões de toneladas.
 
 
As projeções para o balanço da CSN no ultimo trimestre do ano são de lucro líquido de R$ 43 milhões na expectativa do Goldman Sachs e de R$ 169,2 milhões na estimativa da Votorantim. O banco americano prevê uma receita líquida para a empresa de R$ 4,5 bilhões e um Ebitda de R$ 994 milhões, enquanto a Votorantim estima uma receita líquida de R$ 4,2 bilhões e Ebitda de R$ 1 bilhão com margem Ebitda de 23,9%.
 
 
Nas projeções do Credit Suisse, a Gerdau fecha o ano com um lucro de R$ 1,39 bilhão, enquanto o HSBC estima R$ 1,47 bilhão. A receita líquida estimada pelo Credit Suisse é de R$ 37,79 bilhões e o Ebitda de R$ 4,18 bilhão. Para o HSBC, a receita será de R$ 38,2 bilhões e o Ebitda de R$ 4,19 bilhões.
 
O resultado no vermelho da CSN de Benjamin Steinbruch no ano passado é esperado em razão do resultado do segundo trimestre: prejuízo de R$ 1 bilhão por baixas contábeis decorrente de reclassificação de perdas com as ações da Usiminas. As estimativas para o Ebitda da CSN em 2012 variam de R$ 4,17 bilhões do Credit Suisse a R$ 4,87 bilhões, do HSBC.
 
Para 2013, há expectativa de melhora dos negócios para a siderurgia. A Votorantim vê 2012 como ano "decepcionante" e espera melhoria operacional para 2013. "Grande parte dessa melhoria deve vir de um melhor mix de vendas, de preços mais elevados e estruturas operacionais mais enxutas". O balanço da Gerdau será divulgado na quinta-feira.

Depois da Usiminas fechar 2012 no vermelho, as expectativas dos analistas são de resultados fracos no quarto trimestre para as siderúrgicas Gerdau e CSN. A média das previsões dos relatórios de bancos e corretoras como Santander, Goldman Sachs, Votorantim e Ágora, consultados pelo Valor, aponta para um lucro de R$ 236 milhões para Gerdau no período. No caso da CSN, o Goldman Sachs e do Votorantim apresentaram previsões bem diferentes. Credit Suisse e HSBC estimam para a Gerdau um lucro, em 2012, entre R$ 1,3 bilhão a R$ 1,4 bilhão, enquanto para a CSN as estimativas são de prejuízo entre R$ 623 milhões e R$ 584 milhões. 


O Santander espera um lucro "decepcionante" de R$ 256 milhões para o grupo Gerdau no quarto trimestre, uma queda de 42% ante o mesmo período do ano anterior devido ao baixo desempenho da divisão da América do Norte, cujas vendas foram afetadas pelo temor do "abismo fiscal nos Estados Unidos". A Ágora projeta ganho de R$ 294 milhões; o Goldman Sachs, de R$ 221 milhões; e a Votorantim, de R$ 173,1 milhões. 


As estimativas para a receita líquida da Gerdau são de R$ 9,2 bilhões pela Votorantim; R$ 9,4 bilhões do Goldman; R$ 9,6 bilhões do Santander; e R$ 8,9 bilhões da corretora do Bradesco. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) esperado pelo Santander é de R$ 869 milhões, um recuo de 17% ante o quarto trimestre de 2011. A margem Ebitda prevista pelo banco espanhol é de 9% contra 11,6% no igual período do ano anterior, derrubada pela margem Ebitda projetada no relatório de apenas 2,4% para a Gerdau América do Norte. 


O Goldman trabalha com Ebitda de R$ 1 bilhão para Gerdau; o Votorantim com R$ 813,6 milhões; e a Ágora, de R$ 872 milhões. A corretora destaca também a compressão das margens operacionais do grupo no período e redução dos volumes de venda da unidade americana. A Ágora estima um volume de vendas de aço da Gerdau de 4,4 milhões de toneladas, com destaque para o Brasil com quase 2 milhões de toneladas.  As projeções para o balanço da CSN no ultimo trimestre do ano são de lucro líquido de R$ 43 milhões na expectativa do Goldman Sachs e de R$ 169,2 milhões na estimativa da Votorantim. O banco americano prevê uma receita líquida para a empresa de R$ 4,5 bilhões e um Ebitda de R$ 994 milhões, enquanto a Votorantim estima uma receita líquida de R$ 4,2 bilhões e Ebitda de R$ 1 bilhão com margem Ebitda de 23,9%.  Nas projeções do Credit Suisse, a Gerdau fecha o ano com um lucro de R$ 1,39 bilhão, enquanto o HSBC estima R$ 1,47 bilhão. A receita líquida estimada pelo Credit Suisse é de R$ 37,79 bilhões e o Ebitda de R$ 4,18 bilhão. Para o HSBC, a receita será de R$ 38,2 bilhões e o Ebitda de R$ 4,19 bilhões. 


O resultado no vermelho da CSN de Benjamin Steinbruch no ano passado é esperado em razão do resultado do segundo trimestre: prejuízo de R$ 1 bilhão por baixas contábeis decorrente de reclassificação de perdas com as ações da Usiminas. As estimativas para o Ebitda da CSN em 2012 variam de R$ 4,17 bilhões do Credit Suisse a R$ 4,87 bilhões, do HSBC. 


Para 2013, há expectativa de melhora dos negócios para a siderurgia. A Votorantim vê 2012 como ano "decepcionante" e espera melhoria operacional para 2013. "Grande parte dessa melhoria deve vir de um melhor mix de vendas, de preços mais elevados e estruturas operacionais mais enxutas". O balanço da Gerdau será divulgado na quinta-feira.



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar