acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Presidente mundial da Ernst & Young se aposentará em 2013

25/11/2011 | 12h01
A firma de auditoria e consultoria Ernst & Young anunciou que o presidente de seu conselho de administração e diretor-presidente, James Turley, se aposentará em junho de 2013.

Turley avisou os sócios mundiais da empresa, em mensagem enviada no dia 10 de novembro, que se aposentaria aos 58 anos, em 30 de junho de 2013. O substituto será nomeado em abril do próximo ano.

"Ele os guiou em meio a alguns litígios complicados", disse Jonathan Hamilton, editor do "Accounting News Report". Muitos temiam que os processos decorrentes da auditoria da operadora de hospitais HealthSouth pudessem fragilizar a Ernst & Young, acrescentou.

Turley comandou a empresa durante alguns de seus momentos mais turbulentos. Assumiu o cargo de presidente do conselho logo antes dos escândalos da Enron e Worldcom terem desencadeado audiências no Congresso sobre a profissão, resultando em uma fiscalização mais rigorosa sob um novo órgão supervisor.

Mais recentemente, enfrentou um processo da procuradoria-geral de Nova York acusando a firma de ter ajudado o Lehman Brothers a envolver-se em fraudes maciças antes da quebra do banco de investimento em 2008. A Ernst & Young sustenta ter agido de forma apropriada.

A receita da empresa cresceu cerca de 130% desde que Turley assumiu o comando, segundo Arvind Hickman, editor do "International Accounting Bulletin". O crescimento da Ernst & Young nos últimos dez anos ficou à altura do registrado pelas rivais, com exceção da Deloitte, destacou.

Turley começou na Ernst & Young em 1977. Foi nomeado presidente do conselho de administração em 2001 e diretor-presidente em 2003.

O executivo foi nomeado em 2010 para compor o Conselho das Exportações, do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

A Ernst & Young, presente em 140 países, registrou receita em torno de US$ 23 bilhões no ano fiscal encerrado em 30 de junho.


Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar