acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Prominp

Presidente Lula, ministro e presidente da Petrobras abrem Encontro Nacional do Programa em Brasília

07/11/2007 | 00h00
Tem início hoje (7), às 11h, no Salão Nobre do Palácio do Planalto, em Brasília, o 5º Encontro Nacional do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás (Prominp).

Participam da abertura do encontro, o presidente Luis Inácio Lula da Silva, o ministro interino de Minas e Energia Nelson Hubner e o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo.

Promovido pelo Ministério de Minas e Energia (MME), o objetivo do encontro é avaliar as ações e respectivos resultados obtidos em 2007, elaborar um diagnóstico do nível de competitividade da indústria nacional e abrir espaço para críticas e sugestões que impliquem no aprimoramento do programa. O 5º Encontro Nacional será também um espaço para se obter avanços nas questões estruturais, especialmente através da intensificação da participação dos órgãos de governo. As discussões servirão de base para a definição das diretrizes e ações a serem adotadas em 2008.

O Prominp foi instituído pelo Governo Federal, em 2003, com o objetivo de maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas e sustentáveis, na implantação de projetos de petróleo e gás natural no Brasil e no exterior.

O Prominp representa o compromisso do Governo Federal e das empresas do setor de atuarem de forma integrada na revitalização da indústria nacional de bens e serviços nas áreas de petróleo e gás natural. As atividades do programa são acompanhadas por técnicos do MME, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Petrobras e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e por representantes das empresas associadas ao Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP) e das associações de classe ABEMI, ABCE, ABDIB, ABIMAQ, ABINEE, ABRAPET, ABEAM, ABITAM, ABRAMAN, SINAVAL, SEBRAE, assim como da FINEP, CNI e Federações das Indústrias.

Fonte: Da redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar