acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Equador

Presidente eleito quer parceria com a Petrobras

08/12/2006 | 00h00

O presidente eleito do Equador, Rafael Correa, deixou de lado o discurso em que tem anunciado uma revisão dos contratos com empresas petroleiras estrangeiras e defendeu, em entrevista, a realização de parceria da estatal Petroequador com a Petrobras no refino de óleo. Após encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto, Correa disse, esta tarde, estar disposto a trabalhar com o governo brasileiro para acelerar a integração da América do Sul. "A Petrobras pode contribuir muito, sobretudo por causa da grande capacidade de refino, que faz tanta falta para um país como o Equador", afirmou.
Durante a campanha presidencial, Correa disse que os contratos com empresas petroleiras como a Petrobras eram "injustos" e precisavam ser revistos. Embora tenha se definido como "amigo de Hugo Chávez" e político "de esquerda", Correa não chegou a pregar a nacionalização dos recursos minerais equatorianos, como fez o presidente da Bolívia, Evo Morales. O governo brasileiro mandou emissários avisarem que novos investimentos da Petrobras deixariam de ser feitos no Equador se a revisão dos contratos fosse desfavorável aos interesses da estatal brasileira. Entre esses novos investimentos estão a construção e a reforma de refinarias.



Fonte: Agencia Estado
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar