acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pernambuco Petroleum Business

Presidente do IBP comemora sucesso da segunda edição do evento

21/10/2011 | 09h45
O presidente do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), João Carlos de Luca, comemorou o sucesso da segunda edição do Pernambuco Petroleum Business, encontro internacional de negócios promovido pelo IBP, de terça-feira até ontem (20), em Porto de Galinhas (PE). 
 

“A participação das pessoas mais do que dobrou em relação à primeira edição realizada em 2009, foram mais de 700 participantes. Tivemos 46 expositores e uma rodada de negócios já considerada a maior da região Norte e Nordeste”, salientou de Luca. 
 

A Rodada de Negócios foi promovida e organizada pela ONIP - Organização Nacional da Indústria do Petróleo, com apoio do convênio Petrobras & Sebrae. O objetivo foi aproximar empresas demandantes e ofertantes de bens e serviços dos setores Petróleo, Gás, Offshore, Naval, Logística e Energias Renováveis, que estão aportando grandes investimentos no estado de Pernambuco. 
 

Participaram da rodada: Companhia Siderurgica Suape (CSS); Consorcio Conduto-Egesa (COEG); Transnordestina Logística S.A.; Camargo Corrêa Construções Industriais S.A. (Obras de ampliação do EAS); Estaleiro C.M.O. Construção E Montagem Offshore S/A.; Orteng Equipamentos e Sistemas Ltda; Estaleiro Atlântico Sul S.A.; Companhia Petroquímica de Pernambuco (PetroquimicaSuape); Alusa Engenharia S.A.; Consórcio EBE-Alusa; Consorcio Alusa-CBM; Consórcio Camargo Correa – CNEC (CNCC); Tomé Engenharia S.A.; Wind Power Energia S.A.; Consórcio ETDI (Egesa/TKK); Consórcio Fidens-Milplan; Jaraguá Equipamentos Industriais Ltda; Estaleiro Promar S.A.; Engevix Engenharia S.A.; e Cone - Condomínio de Negócios S.A. 
 
 

De acordo com o presidente do IBP, o estado de Pernambuco soube aproveitar as oportunidades. “Se hoje o estado vive esta pujança de crescimento e de investimentos é porque soube aproveitar as oportunidades. O protagonismo de Pernambuco não é fruto do acaso, o nosso setor tem gerado muitas riquezas para o país, ao levar crescimento e desenvolvimento para diversas regiões. O setor de petróleo é de extrema importância para o desenvolvimento do Brasil”, ponderou. 
 

Suape atraiu 67 empresas nos últimoscincoanos, entreelas a Refinaria Abreu e Lima, a Petroquímica Suape, os estaleiros Atlântico Sul, STX Promar e Construcap Orteng, a Companhia Siderúrgica Suape e a Fiat. Apenas a Petrobras tem cerca de US$ 20 bilhões em investimentos já contratados no local. O pólonaval da região já concentra 50% das encomendas de navios e plataformas contratadas no Brasil e se credencia para receber boa parte dos US$ 224 bilhões de investimentos previstos pela Petrobras para os próximos cinco anos. 
 

A decisão do governo de não alterar o fundo de participação especial dos royalties de petróleo foi elogiada pelo presidente do IBP. “Isso é motivo de satisfação e mostra a maturidade dos nossos congressistas. A decisão só comprova a eficiência do regime vigente”, comentou de Luca.  
 

O governador de Pernambuco Eduardo Campos celebrou o anúncio oficial da Fifa, ontem (20), de que o estado sediará a Copa das Confederações em 2013, evento que serve de preparação para a Copa do Mundo de futebol de 2014.  
 

“Aproveito dizer que recebi um telefonema agora de manhã confirmando que o nosso estado sediará os jogos da Copa das Confederações e quero aproveitar a oportunidade para já pensarmos em encaixar a visita aos nossos estádios na programação da terceira edição da Pernambuco Business já marcada para 2013, aqui em Pernambuco”, festejou o governador. 
 

Eduardo Campos disse estar muito agradecido por Pernambuco ter sido escolhido mais uma vez para sediar o Pernambuco Petroleum Business. “O povo pernambucano além da fama de trabalhador, também tem é conhecido por ser um povo muito grato. É por este motivo que faço questão de agradecer a oportunidade de sediar um evento de extrema importância e deste porte, principalmente para o setor petrolífero. Na próxima edição, tenho certeza de que o evento crescerá mais ainda, pois as discussões levantadas aqui foram muito importantes para o setor, mais de 100 empresas estiveram aqui representadas”, ressaltou.     
 

Estiveram presentes ao encerramento do evento o presidente da Transpetro, Sergio Machado, o presidente da Refinaria Abreu e Lima, Marcelino Gomes, o prefeito de Recife, João da Costa, o prefeito de Ipojuca, Pedro Serafim, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Luiz Albert Neto, secretários estaduais de Pernambuco, entre outras autoridades.  

 


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar