acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Infraestrutura

Presidente da Petrobras apresenta o balanço da estatal no PAC 2

23/11/2011 | 11h12
O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, apresentou ontem (22), em Brasília, o balanço da companhia no PAC 2, correspondente ao periodo de julho a setembro de 2011. Ao detalhar para imprensa os impactos do pré-sal no desenvolvimento econômico do país, Gabrielli informou que a Petrobras investirá, de acordo com o Plano de Negócios vigente, R$ 303,2 milhões em 115 projetos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) até 2014. “Dentro do PAC, temos um papel importante. Porém, a atividade vai além, e beneficia a indústria brasileira em diversas frentes", afirmou ele.

Em cerimônia no Palácio do Itamaraty, sob coordenação da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, Gabrielli informou também que o PAC 2 tem prazo até 2014, mas a Petrobras manterá os investimentos nos projetos do programa de obras do governo federal até 2015. Os recursos aplicados nos 115 projetos totalizarão mais de R$ 365 milhões. Ainda de acordo com Gabrielli, o pré-sal já atinge 2% da média anual da produção de petróleo brasileira. “É a produção que mais crescerá entre 2011 e 2015. Fora a Opep, teremos a maior produção de petróleo do mundo. O Brasil será o país que dará a maior contribuição de petróleo nos próximos dez anos”, afirmou.

A Petrobras deverá contratar 28 navios-sonda e plataformas semissubmersíveis, construídos no Brasil, com pelo menos 55% de conteúdo nacional. Além disso, está prevista a renovação da frota, com 146 embarcações de médio e grande portes, a serem recebidas entre 2012 e 2018. Destas, 40 já foram contratadas.

Gabrielli também falou sobre o Programa Progredir que visa agilizar, facilitar e ampliar a oferta de crédito às empresas de pequeno e médio porte que integram a cadeia de fornecedores da companhia. A iniciativa foi desenvolvida com os seis maiores bancos do país, Banco do Brasil, CEF, Santander, HSBC, Bradesco, e Itaú.


Fonte: Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar