acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Eletricidade

Presidente da Fiesp pede novos leilões no setor elétrico

11/07/2011 | 12h21
O presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf, se reuniu na sexta-feira (8) com a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, para pressionar o governo a acabar com renovações automáticas das concessões no setor elétrico.

Ele afirmou que a Fiesp entrará nos próximos dias com uma representação no TCU (Tribunal de Contas da União) pedindo que os leilões de usinas que vencem nos próximos anos sejam realizados. Skaf estima que existem 112 usinas que já têm uma média de 56 anos de idade de concessão e que, por lei, precisam ser licitadas novamente.

Para ele, novos leilões levarão à queda nos preços cobrados pela energia. "O custo da produção de energia do Brasil é um dos mais baratos, enquanto que para o consumidor é um dos mais careiros". Afirmou ainda que a revisão dos valores irá baixar o preço da produção industrial, o que deve resultar em preços de produtos mais baratos.

Skaf, que nesta semana foi ao Senado e ao TCU discutir o pleito, disse que Gleisi se comprometeu a levar o tema à presidente Dilma Rousseff. Ela pediu que ele procure o ministro Edison Lobão (Minas e Energia) para discutir o tema. Segundo Skaf, uma nova reunião foi marcada com a ministra para a próxima semana.

Skaf afirmou que Dilma, como ministra das Minas e Energia, foi a "madrinha" em 2004 da lei que abriu espaço para acabar com o que chamou de "concessões hereditárias".


Fonte: Folha online
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar