acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Refino

Prefeitos da Baixada querem refinaria em Itaguaí

29/11/2005 | 00h00

Desfalcados, prefeitos da Baixada anunciam passeata por Itaguaí em reunião com Lula. Mas recebem críticas

Novo impasse entre os Governos federal e do estado. Liderados por Lindberg Farias (PT), de Nova Iguaçu, prefeitos da Baixada Fluminense estiveram nesta segunda-feira (28/11) com o presidente Lula, em Brasília, para reivindicar que a nova refinaria da Petrobras seja em Itaguaí. A escolha vai contra a proposta da governadora Rosinha Garotinho de levar a unidade para Campos.

Rosinha e seu grupo político pressionaram aliados e conseguiram que apenas cinco dos 13 prefeitos da região comparecessem. Mas os presentes prometeram o troco: uma passeata pró-Itaguaí, no Centro do Rio, foi marcada para o dia 9, o que gerou críticas de adversários à idéia.

Três dias antes, os prefeitos se reunirão com o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, para discutir questões técnicas. O encontro foi marcado a pedido de Lula, que disse querer se manter isento na questão da refinaria. Mas o deputado Carlos Santana (PT-RJ) revelou que o presidente já puxou a briga para a Baixada. “O presidente Lula considera a reivindicação legítima e disse que sempre soube que a refinaria era em Itaguaí”, disse Santana.

“Estão tentando levar para o lado político, mas a questão é técnica e ambiental. Querem criar uma nova Cubatão. Itaguaí está recebendo outros investimentos, como siderúrgicas”, rebateu o secretário estadual de Energia, Wagner Victer.

Por enquanto, verba só para hospital em Queimados

Lula só deu uma certeza aos prefeitos: prometeu que em dezembro libera R$ 40 milhões para a conclusão do hospital de Queimados. As obras estão paradas há 15 anos. Do total, R$ 10 milhões irão para equipamentos, e o restante para infra-estrutura. A assinatura do convênio será em Queimados, mas ainda não há data. O prefeito da cidade, Rogério do Salão (PL), foi o único aliado de Rosinha que compareceu à reunião.

No encontro, do qual participaram ainda os prefeitos de Paraty e São Gonçalo, também foi discutida a construção do Arco Rodoviário. Ele interligará a BR-101 e Pólo Gás-Químico, em Caxias, ao Porto de Sepetiba, em Itaguaí. Lula jogou a responsabilidade da morosidade do projeto para Rosinha. O Governo do estado nega e repassa a questão para a administração federal.



Fonte: O Dia
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar