acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Preços do petróleo puxam alta de 7,8% no lucro da PetroChina

28/10/2011 | 10h01
A PetroChina Co., maior companhia chinesa de petróleo listada em bolsa, apurou alta de 7,8% no lucro líquido do terceiro trimestre, para 37,4 bilhões de yuans (US$ 5,9 bilhões), diante de preços mais altos do petróleo e demanda superior. Um ano antes, o ganho da companhia foi de 34,7 bilhões de yuans.

Assim como a concorrente Sinopec, a PetroChina sofreu pressão no negócio de refino, em razão do controle dos preços de combustíveis imposto pelo governo chinês com o objetivo de conter a inflação no país.

Esse segmento mostrou perda trimestral de 41,5 bilhões de yuans (US$ 6,5 bilhões), já que os custos mais altos do petróleo bruto importado não foram totalmente repassados para os produtos finais da PetroChina.

Em termos consolidados, a perda no setor de refino foi compensada pelo aumento de 45% nos preços do petróleo da companhia, para US$ 103,78 o barril. O aumento de produção, de 5,1% nos nove primeiros meses do ano, para 959,3 milhões de barris de óleo equivalente, também contribuiu para reduzir os efeitos do prejuízo com refino.

Conforme balanço financeiro, na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, as receitas da PetroChina subiram 46%, para 530,7 bilhões de yuans (US$ 83,4 bilhões).


Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar