acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Ceará

Preço do litro de etanol chega a R$ 2,00 na capital

01/02/2011 | 10h07
O preço do litro do álcool hidratado na bomba volta ao patamar de R$ 2,00, em alguns postos de combustíveis da Capital, após um ano oscilando entre R$ 1,70 e R$1,80. Ontem, em um posto na Avenida Moura Brasil, o etanol estava sendo comercializado por R$ 2,00, enquanto em outros cinco estabelecimentos, na área leste da cidade, o litro custava R$ 1,999.
 

No Interior do Estado, há muito tempo o preço do etanol já superou essa barreira, sendo encontrado por até R$ 2,10, em Sobral e Crateús, e a R$ 2,09, em Ipu. Em janeiro de 2010, o preço chegou a R$ 2,20, em alguns postos da capital e do interior cearense.
 

Em Fortaleza, o preço do álcool para o consumidor final está variando entre R$ 1,84, preço praticado em um posto da Texaco, na Avenida Barão de Studart, e R$ 1,999, valor cobrado, na maioria dos casos, em postos de bandeira Petrobras. A diferença entre o maior e o menor preços é de 8,34%. Na avenida Pontes Vieira, no Atapu, em um posto de bandeira SP, os preços do álcool e do diesel se equivalem, em R$ 1,999.
 
 
Justificativas
 

Segundo a gerente do Posto CRGU, na Pontes Vieira, Leidiane Oliveira, o preço do álcool saltou R$ 0,06, na última semana, passando de R$ 1,89 para R$ 1,95, o litro. De acordo com ela, o aumento deveu-se à elevação dos preços na BR Distribuidora, onde o litro do etanol estaria sendo vendido aos postos de distribuição por R$ 1,79, e a gasolina comum, a R$ 2,29. De acordo com o presidente do Sindicato dos Proprietários de Postos de Combustíveis do Ceará (Sindipostos-CE), Guilherme Meireles, a justificativa para a alta é a mesmo de sempre. Conforme disse, estaria faltando etanol para abastecer o mercado, porque os usineiros estariam preferindo produzir açúcar para exportação e o governo não faz um estoque regulador.
 

Para ele, a solução estaria na redução de 25% para 20% na adição do álcool à gasolina. "Reconheço que os preços sempre sobem mais na entressafra do que recuam no período de safra. O ideal seria que etanol fosse mais barato, porque nós venderíamos mais", declarou o presidente do Sindipostos-CE.
 

Gasolina
 

Apesar do reajuste do álcool, o preço da gasolina comum mantém-se inalterado, oscilando, no pico, entre R$ 2,63 e R$ 2,68, o litro, na capital. Já o preço do óleo diesel subiu. "Não vejo um motivo para o diesel subir", reprova Meireles.


Fonte: Diário do Nordeste
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar