acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Mercado

Preço do barril recua, mas gasolina preocupa EUA

31/08/2005 | 00h00

As cotações do barril do petróleo recuaram nesta quarta-feira (31/08) após o governo americano anunciar que usará parte de suas reserva estratégica de óleo para compensar a parada de produção na região do Golfo do México, provocada pela passagem do furacão Katrina. Em Nova York, os contratos para outubro fecharam a US$ 68,97, com queda de US$ 0,84. Em Londres, o barril do tipo brent, fechou a US$ 66,57, recuando US$ 1.

A má notícia ficou por conta da gasolina, que, devido à parada das refinarias, ficou com perspectiva ainda maior de alta. Os contratos para entrega em setembro subiram 17,55 centavos de dólar, ficando a US$ 2,65, após baterem o recorde de US$ 2,925. O foco de preocupação dos analistas é justamente a escalada de preços do derivado, que já vinha crescendo antes mesmo da passagem do Katrina, devido à sobrecarga do parque de refino americano.

Com os estragos provocados pelo furacão, a expectativa é de que a capacidade de processamento fique ainda mais comprometida. Cerca de 1,4 milhão de barris diários de produção de óleo – cerca de 7% da demanda doméstica – ainda deixaram de ser produzidos no dia seguinte à tragédia provocada pelo fenômeno natural.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar